Elétricos

Porsche recusa carregamentos grátis. Preços serão semelhantes aos da gasolina

Ao contrário de outras marcas, a Porsche vai desde já avisando: nenhum veículo elétrico da marca beneficiará de carregamentos grátis. Pelo contrário, o preço a pagar, na futura rede Ionity, rondará o da gasolina!

A garantia de que a eletricidade disponibilizada nos postos de carregamento específicos que a Porsche terá para os seus futuros veículos elétricos, não será, nem mesmo no início, à borla, foi dada pelo vice-presidente do Comité Executivo, Lutz Meschke. Quando questionado sobre esta questão pelo site Gearbrain, não deixou quaisquer dúvidas:

Claro que sim. Claro que queremos ganhar dinheiro com todos esses novos produtos e serviços. É claro que sim!

Lutz Meschke, vice-presidente do Comité Executivo da Porsche

Recorde-se que, por exemplo, a Tesla decidiu numa fase inicial de instalação dos seus Superchargers, e até há bem pouco tempo, oferecer os carregamentos, não exigindo qualquer pagamento, por parte dos proprietários de veículos da marca, pela energia consumida.

Porsche Mission E Cross Turismo
Porsche Mission E Cross Turismo, ou o Mission E para aventuras mais radicais

Eletricidade mais barata? Nem por isso…

Quando questionado sobre os preços que o construtor pensa aplicar, o mesmo responsável revelou ainda que a energia elétrica fornecida terá custos semelhantes aos da gasolina, ao contrário do que acontece com outros fornecedores de energia.

Como atenuante, importa também referir que o possível preçário a que Lutz Meschke se refere, diz respeito a carregamentos feitos fora de casa, em postos externos. Ainda que Porsche tenha igualmente previsto vender carregadores para instalação em residências, nos quais os valores pagar pela eletricidade deverá ser, no entanto, fixado pelo fornecedor que já abastece a habitação.

Já por determinar fica se, os postos de carregamento rápido de 800V que a Porsche prevê instalar nos concessionários, serão, ou não, abrangidos por este tarifário. Algo que, tudo o indica, acontecerá com a rede de postos de abastecimento Ionity que a marca está a implementar, conjuntamente com outros fabricantes do grupo Volkswagen, BMW, Mercedes-Benz e Ford na Europa, assim como com o projeto Electrify America, a decorrer nos EUA.

Sabes responder a esta?
Quantas unidades Model S foi a Tesla obrigada a recolher, para substituir um componente na direção?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

A semana “horribilis” da Tesla
Em cheio!!
Vai para a próxima pergunta

ou lê o artigo sobre este tema:

A semana “horribilis” da Tesla

Mais artigos em Notícias