Apresentado em Portugal

Renault Master Z.E.. Furgão elétrico da Renault com 120 km de autonomia

Modelo que representa a entrada da Renault nos veículos comerciais elétricos de grandes dimensões, o Renault Master Z.E. está a ser apresentado em Portugal. A pensar nas entregas porta-a-porta.

Somando já um total de dez apresentações internacionais em Portugal só na última década, a Renault volta assim a apostar no nosso país para dar a conhecer um novo modelo aos média de toda a Europa. Desta feita, a sua mais recente aposta eléctrica — o Renault Master Z.E..

Marca que é também a líder ininterrupta de vendas no nosso país nos últimos 20 anos, a Renault escolheu Portugal para apresentar o Clio III RS (Braga), o Twingo R.S. (Baião), a nova geração Clio III (Braga), o Laguna Coupé (Algarve), a nova geração Laguna e Latitude (Cascais), o Fluence Z.E. e Kangoo Z.E. (Cascais), o ZOE (Cascais), o Mégane IV (Cascais), o ZOE Z.E 40 (Óbidos) e, agora, a Master Z.E (Oeiras/Sintra).

Quanto ao primeiro contacto dinâmico da imprensa internacional com a nova Master Z.E., já decorre entre os concelhos de Oeiras e Sintra, numa ação que prolongar-se-á por duas semanas. Período durante o qual 10 unidades do modelo serão ensaiadas por mais de uma centena e meia de jornalistas oriundos de toda a Europa.

Renault Master Z.E. 2018

Renault Master Z.E.: 120 km de autonomia

Falando do modelo propriamente dito, é proposto em seis versões, com três comprimentos e duas alturas.

Em termos de propulsão, o Renault Master Z.E. vem munido com um conjunto de baterias de nova geração de 33 kWh e um motor elétrico de elevada eficiência energética, a debitar 76 cv, os quais garantem uma autonomia real de 120 km.

Já o tempo de carregamento, é de 6 horas, quando feito a partir de uma WallBox de 32A/7,4 kW.

No domínio das prestações, o Master Z.E. anuncia uma velocidade máxima de 100 km/h, embora, com o modo Eco ativado, esta fique limitada a apenas 80 km/h.

Renault Master Z.E.
2018 – Renault Master Z.E.

Conetividade é argumento acrescido

Argumento igualmente importante é a tecnologia de conetividade, da qual faz parte o My Z.E. Connect, aplicação que permite saber qual a autonomia do veículo, a partir de um smartphone ou de um computador ligado à Internet.

O Z.E. Trip, por outro lado, mostra a localização do conjunto dos terminais de carregamento nos principais países da Europa, a partir do sistema de navegação R-LINK.

Já o Z.E. Pass, é um meio de acesso e de pagamento único na maioria dos terminais de carregamento públicos na Europa, a partir de um smartphone ou de um tablet.

Finalmente e quanto a preços, começam nos 57 560 euros.

Sabes responder a esta?
Qual foi o automóvel que reportou menos falhas no relatório da DEKRA em 2018?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

DEKRA. Estes são os automóveis usados que dão menos problemas

Mais artigos em Notícias