Salão de Genebra 2018

Honda CR-V revelado a poucos dias do Salão de Genebra

Para além dos dois concepts elétricos, e do Honda Civic Type R TCR, um dos destaques da marca em Genebra será o novo Honda CR-V, com versão a gasolina mas também híbrida e tração integral.

É um dos modelos do construtor japonês mais esperado, a nova geração do Honda CR-V já foi confirmada para Genebra, mas adiantamos já alguns pormenores.

Em termos estéticos, o modelo não perde a identidade, com luzes diurnas LED em posição baixa e óticas também LED nas extremidades de uma nova grelha que ostenta o logo da marca.

Na lateral nota-se parecenças com o Nissan X-Trail — que é um concorrente, uma vez que o CR-V também terá opção de sete lugares — destacando-se as cavas das rodas pronunciadas e o vinco na linha de cintura. As jantes de liga leve apresentam também novo desenho.

A traseira poderá ser a mais controversa. As óticas em LED estão divididas pelo portão da bagageira, onde está inserido um friso cromado, e a matrícula numa posição bem mais baixa. No para-choques destacam-se as duas ponteiras de escape nas extremidades.

No interior podemos prever uma boa escolha de materiais contrastantes, e bastante espaço tanto para ocupantes como para objetos. O painel de instrumentos apresenta novo grafismo e os comandos da caixa de velocidades e travão de mão (elétrico) estão em posição elevada, sobrando espaço na consola central.

Honda CR-V 2018, interior

Já sabíamos que o Diesel ficava de fora nesta nova geração, mas agora sabemos mais. O novo modelo terá o motor 1.5 VTEC Turbo já usado no Honda Civic, disponível com caixa manual ou automática CVT e tração dianteira ou integral.

Como prometido, existirá também uma motorização híbrida com um motor 2.0 litros, também disponível com tração dianteira ou integral. Denominado i-MMD (Intelligent Multi-Mode Drive), recorre ao motor de combustão de ciclo Atkinson e dois motores elétricos, onde um assiste o motor de combustão e o outro serve de gerador.

Confirmada como já referido está também a versão de sete lugares, com o acesso à terceira fila de bancos a ser referência na classe, graças à sua área de abertura mais larga e mais baixa.

A distância ao solo foi aumentada em 38 mm em todas as versões, até uma altura de 208 mm na versão a 1.5 VTEC Turbo de tração integral.

O destaque é a transmissão da versão híbrida, nada convencional. Tal como os 100% elétricos, esta unidade apresenta apenas uma relação fixa, sem embraiagem, ligando de forma direta os componentes móveis, possibilitando uma transferência de binário mais fluída e suave.

O novo Honda CR-V estará disponível no outono deste ano apenas ainda na versão com o 1.5 VTEC Turbo, com caixa manual ou automática CVT, e com tração dianteira ou integral. A versão híbrida só deverá chegar já em 2019.

 

Sabes responder a esta?
Como se chama o concept 100% elétrico da Honda com carroçaria coupé?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Honda Sports EV Concept. Daqui vai nascer um desportivo de produção

Mais artigos em Notícias