Sucesso causa problemas

Porsche Panamera E-Hybrid. Não há baterias para tanta procura!

O sucesso inesperado dos Porsche Panamera híbridos também causam problemas. Os fornecedores de baterias estão com dificuldades em acompanhar a procura.

Mais do que curioso, o caso é paradigmático: a Porsche pode vir a debater-se com problemas de fornecimento de baterias, para instalar nos Panamera híbridos plug-in — existentes nas versões 4 E-Hybrid ou no Turbo S E-Hybrid — representando já 60% das vendas deste modelo na Europa.

A confirmação das limitações resultantes da capacidade de produção dos fornecedores de baterias, embora não se fazendo sentir no imediato, foi já confirmada por Gerd Rupp, responsável máximo da fábrica da Porsche em Leipzig, local onde são montados os Porsche Panamera híbridos. O qual, em entrevista recente, garantiu que, “no imediato, estamos a conseguir responder à procura dos clientes. No entanto, existem limites, uma vez que estamos sempre dependentes da capacidade dos fornecedores de baterias”.

Porsche fábrica Leipzig 2018

Depois da marca ter terminado o ano de 2017 com cerca de oito mil unidades dos Porsche Panamera híbridos produzidas e entregues a clientes, Rupp reconhece agora que, “tínhamos previsto, originalmente, volumes diferentes, em termos de necessidade de baterias”. Pelo que, com o aumento exponencial da procura que se tem vindo a registar, “os efeitos podem vir a fazer-se sentir, através de tempos de entrega mais longos, que os atuais entre três a quatro meses, para o modelo”.

Falta de mão-de-obra especializada

Segundo avança a agência Reuters, os problemas da Porsche, em termos de eletrificação, não se resumem apenas e só ao fornecimento de baterias. Com a empresa a debater-se, atualmente, também com a falta de engenheiros mecatrónicos, especialistas de software e até mecânicos, para poder aumentar a produção.

RELACIONADO: Porsche vendeu mais que todos os potenciais adversários juntos

“Está a ser cada vez mais difícil encontrar os especialistas certos”, assumiu Gerd Rupp, apontando o dedo à concorrência em contratações feita por vários fornecedores e até uma fábrica da BMW, localizadas em redor da infraestrutura da Porsche, em Leipzig.

Porsche Panamera Turbo S E-Hybrid

Assim, a marca de Estugarda está já a trabalhar no sentido de melhorar as capacidades da sua atual mão-de-obra, uma vez que, “simplesmente, não podemos confiar apenas e só no mercado de trabalho aberto”, afirmou o responsável máximo da fábrica de Leipzig.

Importa também recordar que a Porsche tem um ambicioso plano de eletrificação da gama, o qual prevê que, até 2025, as versões eletrificadas dos seus modelos representem mais de 50% do volume total das vendas.

A questão, é: e baterias, haverá?…

Sabes responder a esta?
Qual a potência do 1.5 VTEC Turbo da Honda?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Honda Civic Sedan já disponível. Com 1.5 VTEC Turbo e por 28 350 euros

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos