Mercado

Conhece os números da Renault Portugal em 2017

A Renault consolidou em 2017 o estatuto de marca mais vendida em Portugal. A Dacia também cresceu, ajudando aos números globais da marca francesa.

A Renault assegurou, em 2017, o 20º ano consecutivo de liderança do mercado em Portugal, com 37.785 unidades vendidas (incluindo passageiros e comerciais ligeiros), a que corresponde uma quota de mercado de 14,5%. O valor mais alto registado desde 2004.

A Renault liderou assim de forma confortável no mercado de Veículos de Passageiros, com 13,56% de quota de mercado (30.112 automóveis vendidos) e nos Comerciais Ligeiros (7.673 unidades vendidas) com uma quota de 19,92%. Para o Grupo Renault, o ano de 2017 cotou-se como o melhor dos últimos 28 anos. Em conjunto, a Renault e a Dacia obtiveram 17,14% de quota de mercado, o que corresponde ao melhor resultado desde o ano de 1989.

Desde a criação, em 1980, da filial Renault Portuguesa, a marca Renault liderou o mercado Português em 32 dos 38 anos de presença direta da marca em Portugal.

Dacia: ano histórico

Com cada vez mais notoriedade, a Dacia teve, em 2017, mais um ano de afirmação no mercado nacional.

Com 6.900 unidades vendidas, (6.612 automóveis de passageiros e 288 comerciais ligeiros), a Dacia bateu um novo recorde de vendas, mas também de quota de mercado, com 2,65%. Números que permitiram assegurar um lugar no top-15 das marcas mais vendidas em Portugal: 14ª posição.

Renault Cacia também com resultados recorde

O ano de 2017 foi também histórico para a Renault Cacia. A segunda maior fábrica do setor automóvel em Portugal em número de colaboradores – cerca de 1.400! – estabeleceu novos máximos de produção e de volume de negócios. Esta unidade que fabrica caixas de velocidades, bombas de óleo e muitos outros componentes para cada um dos Renault produzidos no mundo, consolidou a sua posição no top-15 dos maiores exportadores nacionais.

 

Ambições do Grupo Renault em 2018

Para 2018, a marca Renault pretende manter o seu estatuto e consolidar a sua presença no mercado Português. A Renault estima que, este ano, o mercado possa chegar às 270.000 unidades, o que, a confirmar-se, representará um crescimento de 3,6% em relação a 2017.

O ano de 2017 foi um ano que fica para a história da marca, em Portugal. Não só porque atingimos os 20 anos consecutivos de liderança da marca Renault, mas porque o fizemos obtendo a melhor performance do Grupo dos últimos 28 anos.

Fabrice Crevola, administrador-delegado da Renault Portugal

Uma referência final para a Alpine, sem dúvida, uma das novidades do mercado deste ano. As entregas dos primeiros A110 Première Edition estão previstos para o primeiro quadrimestre. Já a produção da gama regular está programada para depois do verão.

Mais artigos em Notícias