Novidade

Dupla embraiagem chegou à MINI. Mais rapidez e maior prazer de condução

A nova caixa automática de dupla embraiagem e sete velocidades é para aplicar, para já, às versões de três e cinco portas, incluindo o cabrio.

Depois de uma renovação da imagem da marca com um novo logótipo, que podes consultar aqui, a marca britânica apresenta agora uma nova caixa automática, finalmente, de dupla embraiagem.

A anterior caixa automática usada pela MINI, a mesma usada durante anos pela BMW, era da ZF, com “apenas” seis velocidades, e ainda que não se lhe apontem falhas, ficava a dever à rapidez de uma caixa de dupla embraiagem.

Com passagens de caixa ainda mais rápidas, mais conforto e uma melhor eficiência, a nova caixa automática Steptronic de sete velocidades vai estar disponível em opção à caixa manual de seis relações, e garante passagens de caixa sem interrupção do binário.

A marca afirma que o prazer de condução é melhorado, enquanto o conforto de condução de uma transmissão automática se mantém.

mini dupla embraiagem

A acompanhar esta alteração está igualmente um novo seletor que tem como particularidade o facto de regressar automaticamente à posição inicial, depois de selecionados os modos D, N e R, enquanto a posição de parque (P) é agora acionável através de um botão no topo da alavanca. Na prática, o sistema vai funcionar da mesma forma como nos modelos da marca mãe, a BMW, com um comando do tipo joystick. O modo desportivo (S) é ativado deslocando o seletor para a esquerda, assim como o modo manual (M).

O novo seletor vai melhorar também o conforto em manobras de estacionamento no dia-a-dia.

RELACIONADO: Caixa de dupla embraiagem. 5 coisas que deves evitar

O que é isso de dupla embraiagem?

Quando uma embraiagem está “ativa”, a outra está “inativa” e não transmite potência às rodas. Assim, quando é dada a ordem de mudança de relação, em vez entrar em cena um complexo sistema de engrenagens, acontece algo muito simples: uma embraiagem entra em ação e a outra entra em “repouso”.

Uma das embraiagens fica encarregue das relações pares (2,4,6…) enquanto a outra fica encarregue das mudanças ímpares (1,3,5,7… e R). Depois é uma questão das embraiagens se irem revezando por forma a auxiliarem a caixa no cumprimento da sua função: desmultiplicar o movimento da cambota e transmiti-lo às rodas.

mini dupla embraiagem
VÊ MAIS AQUI: Como funcionam as caixas de dupla embraiagem?

A nova transmissão inclui também funcionalidades que permitem, através do sistema de navegação, adaptar automaticamente a relação de caixa mais correta para a ocasião.

Para garantir que a relação engrenada é sempre a mais correta, o sistema eletrónico de controlo da caixa analisa também permanentemente a estrada, a posição do acelerador, a rotação do motor, a velocidade adequada para o tipo de trajeto e o modo de condução selecionado, conseguindo assim prever a intenção do condutor.

Desta forma, a nova caixa consegue também melhores consumos e menores índices de emissões poluentes.

Prevê-se que a aplicação da nova caixa seja feita nas produções a partir de março de 2018, e para os modelos de três e cinco portas, incluindo a variante cabrio. Qualquer um deles sempre nas versões MINI One, MINI Cooper, MINI Cooper S e MINI Cooper D. As versões MINI Cooper SD e John Cooper Works terão que se contentar ainda com a caixa automática Steptronic de oito velocidades.

Sabes responder a esta?
O que define o novo logótipo da MINI?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

MINI de cara lavada. Conhece o novo logótipo da marca

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos