Produção

Novo Ford Fiesta soma vendas e obriga a aumento de produção

Desaparecido dos EUA devido à fraca procura, o Ford Fiesta continua a somar adeptos, na Europa. Facto que, aliás, levou já a um aumento da produção.

Pequeno utilitário com já longa história no Velho Continente, o Ford Fiesta continua a ser uma daquelas propostas que, apesar dos anos que já possui e especialmente, agora, com uma nova geração, continua a apaixonar os europeus. A confirmá-lo, a procura que o modelo tem vindo a registar e que, inclusivamente, obrigou já a marca da oval a aumentar, em cerca de 100 carros, a produção diária.

Ford Fiesta 2017

Confrontada com uma procura que, à partida, não estaria à espera, a Ford Europe viu-se assim obrigada a aumentar, durante estes meses de novembro e dezembro, o número de turnos na sua fábrica de Colónia, na Alemanha, criando inclusivamente novos turnos de trabalho, também ao sábado, como forma de fazer disparar a produção para as 1500 unidades por dia.

“O Fiesta anterior já era um carro muito apreciado, e se a isso juntarmos os muitos melhoramentos feitos na nova geração, incluindo o novo sistema de deteção de peões, a verdade é que o sucesso registado não é propriamente uma surpresa”

Roelant de Waart, vice-presidente para o Marketing, Vendas e Serviços da Ford Europe

Ford Fiesta best-seller no Reino Unido e Alemanha

Refira-se que, só no Reino Unido, o novo Ford Fiesta vendeu 6.434 unidades, em novembro, posicionando-se assim no topo das vendas de carros novos. Já na Alemanha, outro dos principais mercados para a marca da oval, o utilitário norte-americano chegou às 4.660 unidades, durante o mesmo período, tornando-se assim também uma das propostas com maior procura na região.

ford fiesta

Recorde-se que o novo Ford Fiesta está disponível, na Europa, em quatro variantes — Titanium, ST-Line, Vignale e Active —, ainda que a última só deva chegar em 2018, e três motorizações: duas a gasolina — 1.0 EcoBoost de 100, 125 e 140 cv, e 1.1 EcoBoost de 70 e 85 cv — e uma a diesel — 1.5 TDCi de 85 e 120 cv.

Sabes responder a esta?
Qual a potência de carregamento que passou a ser disponibilizada nos PCN em Lisboa?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Lisboa. Aumento de potência na rede pública de carregamento

Mais artigos em Notícias