Substitui o 740e

BMW 745e PHEV promete mais potência e autonomia elétrica

O BMW 740e PHEV vai surgir em 2018 com as baterias recarregadas. Além de um novo nome, trará também maior autonomia elétrica.

Navio-almirante na oferta da marca da hélice, o BMW 740e PHEV é também a variante mais ecológica de entre todos os atuais Série 7.

De acordo com os últimos rumores, em 2018 reforçará esse estatuto com uma motorização híbrida plug-in mais evoluída, que lhe garantirá não apenas um novo nome — BMW 745e PHEV —, como também mais potência e autonomia.

Segundo avança o BMW Blog, publicação tradicionalmente bem informada sobre o dia-a-dia da marca de Munique, aquele que é o executivo ecológico por excelência na gama da marca da hélice, prepara-se para receber uma evolução do sistema de propulsão que atualmente emprega.

Embora continuando a ter por base o mesmo quatro cilindros 2.0 litros turbo do atual modelo, contará com um motor elétrico mais potente. A potência combinada deverá rondar os 390 cv, contra os atuais 322 cv.

BMW 745e mais rápido e ecológico

Com este incremento de “poder de fogo”, o “novo” 740e, que, ao que tudo indica, passará a chamar-se BMW 745e, deverá oferecer uma maior capacidade de aceleração. Recordamos que o modelo atual já cumpre os 0-100 km/h em apenas 5,1 segundos.

RELACIONADO: BMW atinge as 100 mil unidades de veículos eletrificados

Quanto ao pack de baterias, deverá manter as mesmas dimensões, apresentando porém uma maior densidade energética, face aos 9,2 kWh atuais. Esta solução, além de permitir um aumento de potência, permitirá aumentar a autonomia em modo exclusivamente elétrico, que atualmente é de apenas 23 quilómetros. Acrescentando-lhe ainda a possibilidade de carregamento por indução.

BMW 740e
Sabes responder a esta?
Qual foi o Porsche que deu início à sucessão de êxitos da marca alemã em La Mans?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Porsche recorda vitórias. E que tal um Macan “Porco Rosa”?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos