Desportivos

Os 10 melhores carros para daily drive e track days até 50.000 euros

Queres comprar um carro novo que te permita ir para o trabalho durante a semana e beijar os apex aos fins-de-semana? Estes são os nossos eleitos.

Se estás a ler este artigo, é porque não olhas para os automóveis como meros eletrodomésticos com rodas para ir do ponto A ao ponto B.

Tu queres mais que isso. Queres uma máquina afinada, pensada e preparada para momentos de condução com todos os molhos: reduções intempestivas, travagens no limite, rateres audíveis, trajetórias bem delineadas e o coração aos pulos. Mas também queres levar os miúdos à escola, ou passear tranquilamente à beira mar.

Se possível, queres também aquilo que todos nós desejamos. Um carro que tenha margem de progressão, que nos «roube» não só os fins-de-semana mas também aquele dinheiro extra que tínhamos reservado para as férias. Aquela velha questão: se tivesse de optar entre umas férias no Algarve e uns coilovers novos, de que marca compravas os coilovers?

Se o mercado de usados está fora de questão e queres um carro «virgem» para iniciares do zero as preparações que tens preconizadas, estas são as melhores propostas até 50.000 euros – ok… talvez mais um pouquinho mais. Há um modelo que supera marginalmente o “nosso” orçamento. Os nossos critérios foram o preço e o potencial de progressão.

Menos de 25.000 euros

O Abarth 595 é modelo mais barato desta lista. O preço deste modelo começa nos 21.800 euros mas depressa pode escalar para outros valores. Não faltam peças «after market» para afiar o ferrão deste pequeno escorpião que é uma bala em cidade.
Começo esta lista a fazer batota, mas é por uma boa causa. Com um bocadinho de sorte ainda consegues encontrar um Ibiza Cupra da geração 6J à venda. Custa pouco mais de 23.000 euros e oferece um motor 1.8 TSI de 192 cv, um chassi competente e suspensões pilotadas. Há muito sumo para tirar daqui.

Entre 25.000 e 30.000 euros

É o RWD mais barato desta lista. Por pouco mais de 25.000 euros não encontras nada tão competente e divertido com tração às rodas traseiras. O peso abaixo de 1 tonelada e o motor 1.5 de 131 cv fazem deste modelo uma excelente base para um fun car capaz de envergonhar modelos de outro campeonato. Há várias casas inglesas dedicadas à preparação deste pequeno samurai.
Entre nesta categoria por uma «unha negra». A Volkswagen vai disponibilizar o novo Volkswagen Polo GTI em Portugal por pouco menos de 30.000 euros. É uma excelente base de trabalho porque debaixo do capot encontramos o motor 2.0 TSI do Golf GTI com «apenas» 200 cv. Escusado será dizer que há ali muito sumo para espremer.

Entre 30.000 e 40.000 euros

O verdadeiro «kart» para as estradas. Apesar de ter crescido nesta 3ª geração, o comportamento atrevido do chassis continua lá. O motor 2.0 litros de 192 cv acompanha o ritmo do conjunto e à semelhança de outros modelos, o MINI também tem uma lista infindável de peças after market disponíveis. E é giro… muito giro.
No segmento C, o Hyundai i30 N (250cv) é o único desportivo proposto por menos de 40.000 euros. Mas se a tua intenção é continuar evoluir, é melhor pensares na versão de 275 cv que além da potência superior, conta ainda com jantes de maiores dimensões, diferencial autoblocante, barra anti-aproximação traseira e válvula de escape eletrónica. A Hyundai tem ainda disponível uma linha de acessórios especifica, desenvolvida no Nürburgring. É o único modelo desta lista desenvolvido por um tal de Albert Biermann…

Entre 40.000 e 50.000 euros

Por algum motivo, o Toyota GT86 foi o modelo escolhido para a capa deste artigo. Atualmente, é o modelo no mercado que mais se presta a modificações. Há uma quantidade infindável de peças especiais para este modelo, do chassis ao motor, sem esquecer as suspensões e os travões. Um verdadeiro ponto de partida para projetos muito especiais, assente num dos chassis mais equilibrados e divertidos da atualidade. Quanto ao motor atmosférico, todas as peças internas foram pensadas para suportar cargas adicionais de potência, quiçá um turbo. Rumo aos 300 cv? Custa 44.000 euros.
Uma carrinha, isso mesmo: uma carrinha. O chassis deste Leon Cupra 300 ST coadjuvado pelo motor 2.0 TSI de 300 cv do grupo VW reclamou o título de “Carrinha mais rápida do Nürburgring” superando a última geração da Audi RS4 que tem mais de 400 cv. Está tudo dito, não está? Pista e família com ela! Custa 49.216 euros.
Com potência somente entregue às rodas dianteiras não há nada mais potente que o Honda Civic Type R. Com 320 cv de potência e suspensões multi-link no eixo traseiro, vai ser certamente uma presença habitual nos track-day em todo o mundo. Como qualquer JDM que se preze, tem um lista infindável de peças after market para o apimentarem ainda mais. Chega a Portugal este mês com um preço que não deverá superar os 41.000 euros.
Posso fazer mais uma batota por 103 euros? Vamos esquecer por momentos a barreira dos 50.000 euros e não ser tão rígidos. O Focus RS custa 50.103 euros e presenteia-nos com um motor 2.3 Ecoboost de 350 cv, tração integral e modo drift. Com tração integral e este nível de potência não encontras nada mais barato.

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos

Pub