Elétricos

Hyundai Kauai com versão 100% elétrica e 500 km de autonomia?

O novo Hyundai Kauai é um dos lançamentos mais importantes dos últimos tempos para a Hyundai. O surgimento desta versão 100% elétrica pode animar ainda mais as vendas do 4º maior construtor mundial de automóveis.

Renault Captur, Mazda CX-3, Peugeot 2008, Nissan Juke, Opel Mokka-X entre outros. São alguns dos «pesos pesados» do segmento B SUV que o Hyundai Kauai pretende bater com uma qualidade interior elevada e um design diferenciado.

Mas segundo a AutoBild, a Hyundai ainda tem mais uma carta na manga. Nomeadamente um Hyundai Kauai 100% elétrico.

Na imagem: Hyundai Kauai “normal”. A versão 100% elétrica deverá ter elementos diferenciadores em toda a carroçaria.

Hyundai Kauai 100% elétrico


Quem avançou com o rumor da chegada de um Hyundai Kauai 100% elétrico foi a revista alemã AutoBild, mencionando fontes oficiais da marca coreana.

De acordo com esta publicação, o Kauai 100% elétrico chegará ao mercado já em 2018, fruto de uma parceria com a LG Chem, que garantirá o fornecimento de baterias.

A capacidade estimada das baterias é de 50 kWh, o que deverá corresponder a 500 km de autonomia anunciada (ciclo NEDC) e mais de 350km em condições reais.

A título de exemplo, o Hyundai Ioniq Eletric tem uma bateria com “apenas” 28 kWh de capacidade e supera marginalmente os 200 km de autonomia. É também do Ioniq Eletric que o eventual Hyundai Kauai Eletric receber a sua motorização elétrica, uma unidade de ímanes síncronos com 120 cv de potência e 265 Nm de binário.

A qualidade do interior foi uma das grandes apostas da Hyundai no novo Kauai.

Aposta nas motorizações alternativas

A Hyundai tem aposta de forma convicta nas motorizações alternativas. Além das três variantes do Hyundai Ioniq – que nós já tivemos oportunidade de testar e comparar aqui – a Hyundai anuncio no mês passado um novo modelo com tecnologia Fuel Cell (pilhas de combustível).

RELACIONADO: Novo Nissan Leaf. Quem te viu e quem te vê…

Caso o novo Hyundai Kauai EV venha a ser comercializado, poderá ser um rival de peso para o novo Opel Ampera-e e Nissan LEAF, estimando-se um preço em torno dos 35.000 euros.