Salão de Frankfurt 2017

Os novos SUV compactos de Frankfurt. Arona, Stonic, C3 Aircross, Ecosport e Kauai

Frankfurt não ficou incólume à invasão dos SUV compactos. Cinco novas propostas da SEAT, Hyundai, Citroën, Kia e Ford foram apresentadas no salão.

Se para nós, portugueses, a apresentação do Volkswagen T-Roc no Salão de Frankfurt teve particular importância – pelos motivos óbvios… – os restantes SUV’s não o são menos. Sobretudo quando nos referimos ao segmento dos SUV compactos.

Os SUV compactos continuam a ganhar quota de mercado na Europa, com as vendas a crescerem 10% na primeira metade do ano, a um ritmo mais de duas vezes superior à da média do mercado.

Não vai parar por aqui

A tendência é para continuar, já que o segmento não pára de ganhar novos pretendentes que continua a ter no Renault Captur o líder absoluto.

Em Frankfurt foram apresentados publicamente uma mão cheia de novidades: SEAT Arona, Hyundai Kauai, Citroën C3 Aircross, Kia Stonic e o renovado Ford Ecosport. Será que têm o que é preciso para atacar a liderança do mercado?

SEAT Arona

SEAT Arona

Proposta inédita da marca espanhola, recorre à plataforma MQB A0 – estreada pelo Ibiza. Relativamente ao seu irmão é mais comprido e alto, significando cotas internas superiores. Será também do Ibiza que receberá propulsores e transmissões. Ou seja, farão parte da gama os 1.0 TSI com 95 e 115 cv, 1.5 TSI com 150 cv e 1.6 TDI com 95 e 115 cv, que poderão ser acoplados, dependendo das versões, a duas transmissões – uma manual ou uma DSG (dupla embraiagem) de seis velocidades.

As possibilidades de customização é um dos seus argumentos mais fortes e chegará a Portugal já no próximo mês, em outubro.

Hyundai Kauai

Hyundai Kauai

A chegada do Hyundai Kauai significa o fim do ix20 – lembram-se dele? Pois… É definitivamente um salto de gigante em todas as vertentes: tecnologia, qualidade e design. A marca coreana está completamente apostada em chegar ao lugar de marca asiática nº1 na Europa.

A nova proposta coreana estreia uma nova plataforma e é um dos poucos no segmento a permitir tração integral – ainda que associada apenas a um 1.6 T-GDI de 177 cv e a uma transmissão de dupla embraiagem de sete velocidades.

O motor 1.0 T-GDI com 120 cv, caixa manual de seis velocidades e tração dianteira estará na base da oferta. Haverá um Diesel mas chega apenas em 2018 e também terá uma versão 100% elétrica a ser conhecida já para o ano. Tal como o SEAT Arona, chega a Portugal já em outubro.

Citroën C3 Aircross

Citroën C3 Aircross

A marca quer que o chamemos de SUV, mas é talvez o que encaixa melhor na definição crossover –  parece um mix de MPV com SUV. É o substituto do C3 Picasso e “primo” do Opel Crossland X, com ambos os modelos a partilharem plataforma e mecânicas. Destaca-se pelo seu design, com elementos identificativos fortes e combinações cromáticas.

Virá equipado com o 1.2 Puretech a gasolina nas versões de 82, 110 e 130 cv; enquanto a opção Diesel será preenchida pelo 1.6 BlueHDI com 100 e 120 cv. Terá uma caixa manual e uma caixa automática de seis velocidades. Outubro é também o mês em que chega ao nosso país.

Kia Stonic

Kia Stonic

Para quem achava que o Stonic estava relacionado com o Kauai, engane-se. O Kia Stonic e o Hyundai Kauai não partilham a mesma plataforma (mais evoluída no Hyundai), recorrendo à mesma que conhecemos do Rio. Tal como as restantes propostas deste grupo, existe um forte argumento no capítulo da customização exterior e interior.

O leque de motorizações é composto por três opções a gasolina 1.0 T-GDI com 120 cv, 1.25 MPI com 84 cv e 1.4 MPI com 100 cv, e uma Diesel com 1.6 litros e 110 cv. Estará disponível apenas com tração dianteira e terá uma transmissão manual de cinco velocidades ou uma de dupla embraiagem de sete. E adivinhem só quando chega? Outubro.

Ford Ecosport

Ford Ecosport

O Ecosport – o único modelo deste grupo que não é novidade absoluta -, não tem tido uma carreira fácil na Europa devido aos seus objectivos originais, mais direccionados para o mercado sul-americano e asiático. A Ford foi célere em atenuar as lacunas do seu SUV compacto.

Agora, em Frankfurt, a Ford levou um Ecosport renovado de fio a pavio, tendo a Europa como foco.

Estilo renovado, novos motores e equipamentos, mais possibilidades de personalização e uma versão de cariz mais desportivo – ST Line -, são os novos argumentos do novo Ecosport. Recebe um novo motor 1.5 Diesel com 125 cv, que se junta ao de 100 cv e ao 1.0 Ecoboost com 100, 125 e 140 cv.

Uma caixa manual e automática de seis velocidades vão estar disponíveis, assim como a possibilidade de tração integral. Ao contrário dos restantes modelos presentes neste grupo, o Ford Ecosport não chegará a Portugal em outubro, prevendo-se que chegue mais perto do final do ano. Conseguirá finalmente vingar?

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos

Pub