Porsche 911 GT2 RS

A Porsche perdeu a vergonha toda

Nem sabemos bem por onde começar. Olhem para o Porsche 911 GT2 RS... depois olhem para a vossa carteira. Agora podem chorar...

Limpem as lágrimas, somos homens. Ok… os homens também choram! Chorem à vontade… nós também estamos lavados em lágrimas por não sermos um dos 1.000 felizes proprietários do novo Porsche 911 GT2 RS.

É o 911 mais potente da história, o mais viril, o mais radical, o mais desavergonhado. Olhem para ele… podia chamar-se Porsche 911 GT2 VSV (Vistoso e Sem Vergonha). Carroçaria em dois tons, apêndices aerodinâmicos por toda a parte e uma asa traseira gigante (não, não é um spoiler…).

Fibra de carbono por todo o lado – desde as capas dos retrovisores aos painéis que envolvem as rodas dianteiras -, e o sistema de escape é totalmente em titânio – menos sete quilos em relação ao 911 Turbo -, culminando em duas enormes “bazucas” traseiras.

Porsche 911 GT2 RS

Por dentro, o espetáculo de cores e fibra de carbono continua. As áreas revestidas a Alcantara a vermelho contrastam de forma dramática com a pele em preto, recordando a cada detalhe que estamos no interior de um Porsche 911 GT2 RS. Roll cage, bancos em carbono ultra-leves… está lá tudo.

A cereja no topo do bolo é a inscrição “Weissach RS” nos bancos e no tablier, parte do pacote Weissach, que é opcional. Destaca-se por retirar 30 quilos aos já de si competitivos 1470 quilos “de série”, onde se inclui teto e barras anti-aproximação em fibra de carbono, e as jantes em magnésio.

E até traz relógio a condizer. Em colaboração com a Porsche Design, e disponível em exclusivo para os clientes do Porsche 911 GT2 RS, tal como o carro, recorre a materiais como fibra de carbono e é visualmente inspirado por este.

Widow-maker. Adivinhem porquê…

Goodwood foi o palco escolhido para apresentar o GT2 RS. A alcunha «widow-maker» não surgiu do nada… São 700 cv de potência e 750 Nm de binário, cortesia do motor 3.8 flat-six (óbvio) biturbo. Tração? Apenas às rodas traseiras, apesar de enormes: 325/30 ZR 21 (265/35 ZR 20 à frente). Pará-lo? Só podia estar a cargo de discos de travão em fibra de carbono.

 

Disponível apenas com caixa de dupla embraiagem PDK de sete velocidades, o novo Porsche 911 GT2 RS é capaz de acelerar dos 0-100 km/h em apenas 2,8 segundos e de atingir os 340 km/h de velocidade máxima. Agora se nos permitem, vamos ali jogar no Euromilhões – esta semana há jackpot de 100 milhões de euros.

RELACIONADO Porsche 911 GT2 RS. Ainda nem sequer foi apresentado e… já está esgotado
Porsche 911 GT2 RS interior
Sabes responder a esta?
Que motor equipava o Porsche 917?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Vê a reconstrução do 12 cilindros boxer do Porsche 917

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos