Aerodinâmica

Qual é a diferença entre um spoiler e uma asa traseira?

São dois elementos fundamentais para melhorar a eficácia aerodinâmica de um carro. Mas qual é a diferença entre os dois?

“Aerodinâmica? Isso é para quem não sabe construir motores”. Foi esta a resposta de Enzo Ferrari, icónico fundador da marca italiana, ao piloto Paul Frère em Le Mans – após este ter questionado o desenho do para-brisas do Ferrari 250TR. É também uma das frases mais célebres do mundo automóvel, e mostra bem a primazia que era dada ao desenvolvimento dos motores em detrimento da aerodinâmica. À época, uma ciência quase oculta para a indústria automóvel.

Passados 57 anos, é impensável para uma marca desenvolver um novo modelo sem ter em atenção a aerodinâmica – seja um utilitário, seja um modelo de competição. E é neste particular, que tanto o spoiler como a asa traseira (ou se preferirem, aileron) assumem uma importância inequívoca na gestão do arrasto aerodinâmico e/ou downforce dos modelos, influenciando diretamente a performance – já para não falar da componente estética.

Mas ao contrário do que a maioria possa pensar, estes dois apêndices aerodinâmicos não têm a mesma função e visam resultados distintos. Vamos por partes.

Spoiler

spoiler
O Porsche 911 RS 2.7 tem um Cx de 0.40.

Colocado na extremidade traseira do carro – na parte superior do vidro traseiro ou na tampa da bagageira/motor – o principal objetivo do spoiler é reduzir o arrasto aerodinâmico. Entende-se por arrasto aerodinâmico a resistência que o fluxo de ar impõe sobre o carro em movimento, uma camada de ar que se concentra principalmente na parte traseira do carro e que o “puxa” para trás.

Ao criar uma espécie de “almofada” de ar quase estática na parte traseira do carro, o spoiler faz com que a alta velocidade o ar contorne esta “almofada”, reduzindo a eventual turbulência e o arrasto.

Nesse sentido, o spoiler permite melhorar a velocidade de ponta e reduzir o esforço do motor (e os consumos…), ao fazer com que o carro “rasgue” o ar com mais facilidade. Embora possa ajudar ligeiramente ao downforce, esse não é o objetivo do spoiler – para isso temos a asa traseira.

Asa traseira

O novo Honda Civic Type R.

No lado oposto temos a asa traseira. Enquanto que o objetivo do spoiler é reduzir o arrasto aerodinâmico, a função da asa traseira é exatamente inversa: utilizar o fluxo de ar para criar forças descendentes sobre o carro: o downforce.

O formato da asa traseira e a sua posição mais elevada faz com que o ar tenda a passar por baixo, junto à carroçaria, aumentando a pressão e ajudando dessa forma a «colar» a traseira do veículo ao chão. Embora possa prejudicar a velocidade máxima que o carro é capaz de atingir (especialmente quando tem um ângulo de ataque mais agressivo), a asa traseira permite melhorar a estabilidade em curva.

Tal como o spoiler, a asa traseira pode ser construida com diversos materiais – plástico, fibra de vidro, fibra de carbono, etc.

As diferenças na prática. Em cima um spoiler, em baixo uma asa.

A asa traseira tem também outras utilidades… Ok, mais ou menos 😅

Pub