Ao volante

Toyota Yaris Híbrido: como se comporta o único utilitário híbrido do mercado?

O Toyota Yaris Híbrido está sozinho no segmento, resta saber se é uma aposta segura. Fomos experimentá-lo nas ruas de Amesterdão.

Em Amesterdão, Holanda

Se és um dos mais de 10 mil seguidores da nossa conta no Instagram, já ouviste certamente falar do novo Toyota Yaris Híbrido, o único utilitário do segmento B que oferece uma opção híbrida. E esta opção é muito importante: em Portugal, mais de 30% das vendas do Toyota Yaris são de unidades equipadas com motorização híbrida e o objetivo da Toyota é que esse número chegue brevemente aos 50%. O que muda neste novo Toyota Yaris Híbrido?

Uma publicação partilhada por Razão Automóvel (@razaoautomovel) a

Design

Um olhar mais desatento pode concluir que o novo Toyota Yaris não sofreu qualquer alteração, mas a verdade é que apesar das alterações exteriores serem subtis, elas existem. A Toyota investiu 90 milhões de euros a renovar o Yaris e instalou 900 peças novas no modelo.

Exterior

Tanto a frente como a traseira foram totalmente renovadas, um esforço de atualização do modelo que resultou num produto mais atual. A nova frente, segundo a Toyota inspirada nos Catamarã, tem como principal novidade o grupo óptico dianteiro redesenhado e que dispõe agora de luzes diurnas LED opcionais. A grelha dianteira também foi revista.

Na traseira as mudanças também são visíveis. Para além do pára-choques, também os faróis foram redesenhados e tal como os faróis dianteiros, os traseiros também estão agora equipados com LED, resultando numa nova assinatura luminosa traseira para o Toyota Yaris. O portão da bagageira também é novo, uma alteração necessária tendo em conta as modificações operadas nos farolins.

Há também duas novas cores disponíveis (Azul Nebula, nas fotos, e Vermelho Tokyo) bem como novas jantes disponíveis de 15 e 16 polegadas.

Interior

No geral o interior não sofreu grandes alterações (desde 2011 que se mantém praticamente inalterado, tendo recebido apenas updates, nunca uma revolução) mas há agora uma maior aposta na personalização, com novas cores e revestimentos dos estofos. Aqui as alterações mais importantes foram ao nível do painel de instrumentos, que recebeu um ecrã TFT a cores de 4,2 polegadas (de série no nível Comfort) e do sistema de infoentretenimento, disponibilizado com o software Toyota Touch 2 e um ecrã com maior resolução. O volante recebeu inserções em Piano Black (a partir do nível Comfort).

No capítulo dos gadgets o Toyota Yaris está confortável, com a tecnologia disponível a bordo a revelar-se suficiente. No entanto, o Toyota Touch 2 não é compatível com Apple CarPlay ou Android Auto e isso é sem dúvida algo que a Toyota tem de mudar no futuro.

O ambiente geral é bordo é agradável, tanto à frente como atrás, com o Toyota Yaris a revelar-se uma proposta espaçosa e prática. Os bancos sofreram alterações (novos apoios de cabeça) e há pormenores que mereceram também uma atualização, como as saídas de ar da ventilação.

Segurança

Toyota Safety Sense de série

Disponível de série no Toyota Yaris, o Toyota Safety Sense inclui Sistema de Segurança Pré-colisão com Travagem Autónoma de Emergência, Luzes de Máximos Automáticas, Sistema de Aviso de Mudança de Faixa de Rodagem e, desde que equipado com o novo mostrador multi-informações TFT de 4,2 polegadas, Sistema de Reconhecimento de Sinais de Trânsito.

Versão híbrida foi melhorada

Aqui a preocupação passou pela redução dos níveis de ruído e vibração, algo que no passado era um ponto negativo do Toyota Yaris Híbrido. Clica na imagem interativa e descobre as principais alterações.

O Toyota Yaris Híbrido em números

  • Consumo de combustível combinado anunciado de 3,3 l/100 km
  • Emissões de CO2 desde 75 g/ km.
  • Cilindrada: 1497cc
  • Potência combinada (elétrico e combustão): 100 cv
  • Binário máximo: 111 Nm
  • Vel. máx: 165 km/h
  • Aceleração 0-100 km/h: 11,8 segundos

E ao volante?

Ao volante o novo Toyota Yaris Híbrido é aquilo que se pode esperar de um híbrido e para quem gosta, não há melhor argumento face à concorrência. A suavidade e facilidade de condução estão no topo das suas qualidades, principalmente em percursos urbanos, onde a caixa CVT e a motorização híbrida dão cartas. O arranque é feito sempre em modo elétrico, bem como a marcha atrás e podemos circular em modo elétrico até aos 50 km/h.

Quando entramos por caminhos menos urbanos, em direção ao campo, o Toyota Yaris Híbrido responde com facilidade a todas as exigências que lhe são feitas, sendo dinamicamente competente. Em autoestrada nada a apontar: é suave e silencioso.

Podemos discutir se a sonoridade do motor perante as solicitações do pé direito é boa ou má, e provavelmente a caixa CVT não seja o melhor aliado para ganharmos a discussão se tivermos uma posição “pró-sonoridade do Toyota Yaris Híbrido”.

No entanto, as melhorias acústicas operadas pela Toyota (já viste a imagem interativa?), vieram diminuir bastante o desconforto nos momentos em que necessitamos de acelerar mais vigorosamente (ultrapassagens, exibir os dotes de condução, gastar combustível porque estamos no início do mês e é tudo à grande…essas coisas típicas).

Irmão demoníaco a caminho

Se este Toyota Yaris Híbrido é uma proposta eco-friendly, já o seu irmão de 210 cv que está a caminho promete ser um demónio com quatro rodas. Podes ler mais informações sobre o Toyota Yaris GRMN aqui.

Primeiras impressões

4 / 10
O Toyota Yaris Híbrido é a proposta mais disruptiva do segmento B, oferecendo uma solução "amiga do ambiente" sem sacrificar a autonomia. É um automóvel perfeito para a cidade e permite viagens mais longas, sem colocar no condutor o stress da autonomia de um 100% elétrico.

  • Condução suave

  • Insonorização

  • Equipamento

  • Interior precisa de ser renovado

  • Apple CarPlay e Android Auto não disponíveis

Preço

18.669

Data de comercialização: Abril 2017


Mais artigos em Testes, Primeiro Contacto

Os mais vistos