Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

World Rallycross - Montalegre

Ekstrom e Loeb dão espetáculo no Montalegre RX

Uma final arrebatadora no Montalegre RX, na classe «supercars». Mattias Ekstrom (Audi S1) e Sebastien Loeb (Peugeot 208) deixaram o público em delírio na final por terras transmontanas.

Depois de os Volkswagen Polo GTI de Solberg e Kristoffersson terem mostrado o andamento mais regular em todo o fim de semana, a surpresa veio do lado de Mattias Ekstrom que conseguiu qualificar o Audi para partir em segundo na final. Contudo perdeu essa posição para Kristoffersson, quando optou por cumprir a joker-lap logo na primeira volta, deixando os dois Volkswagen para lutar entre si, tendo sido acompanhado pelos Peugeot 208 de Sebastien Loeb e Timmy Hansen.

Solberg liderava mas a perder andamento, atribuído a um potencial furo, e na passagem da terceira volta e em plena linha de meta recebe um toque de Kristoffersson, notoriamente mais rápido, que provoca uma escorregadela ao norueguês e a perda de posições que se seguiu.

O piloto francês, nove vezes campeão do mundo, Sebastien Loeb, foi um dos pilotos mais requisitados pelo público durante todo o fim de semana. Mesmo antes do espetáculo que deu na derradeira final, no duelo com Mattias Ekstrom, Sebastien Loeb já estava entre os favoritos do público. O movimento na «motorhome» do Team Peugeot Hansen foi constante. Todos queriam um autógrafo daquele que é considerado um dos melhores pilotos de ralis de todos os tempos.

Mais uma criança feliz @sebloebofficiel | #montalegreRX #peugeothansen #razaoautomovel #montalegre #portugal

Uma publicação partilhada por Razão Automóvel (@razaoautomovel) a

Mattias Ekstrom teve de lutar com muita garra para resistir aos ataques de Sebastien Loeb, que nunca desistiu e na última volta à entrada para a mais longa direita do traçado transmontano, levantaram as bancadas repletas de público, com a derradeira tentativa de Sebastien Loeb. Mattias Ekstrom fechou muito bem, com os dois carros a tocarem e a não deixar que a vitória lhe fugisse recebendo uma estrondosa ovação final num final apoteótico num dia de muito calor em Montalegre.

Kristoffersson terminou em terceiro (após o toque com Solberg), seguido por Reinis Nitiss e Timmy Hansen. Solberg terminou esta prova como o grande derrotado da ronda do Mundial de Rallycross em solo nacional.

Outro dos destaques, não pelos resultados, mas pela notoriedade junto do público foi Ken Block, que neste campeonato surge ao volante de um Ford Focus.

 

Caiu assim o pano sobre mais uma edição do Mundial de Ralicross em Montalegre, com mais uma casa cheia e um fabuloso ambiente. O «grande circo» do Mundial de Rallycross segue agora para a Alemanha, onde daqui a 10 dias se disputa a 3ª prova deste campeonato.

Mais artigos em Notícias