No tempo em que se usavam pessoas nos «crash test»

O alemão Hermann Joha (em cima) foi um dos voluntários nos «crash tests» com pessoas reais na década de 70.

Como sabem, os “crash tests” – ou testes de colisão – são atualmente um dos testes mais importantes da indústria automóvel.

Dada a violência dos impactos a que um condutor está sujeito em situações reais, nas simulações são usados dummies capazes de medir as consequências do impacto no corpo humano. Mas nem sempre foi assim.

“Não importa quão realistas são os dummies, nenhum se comporta exatamente como um ser humano”.

A NÃO PERDER: Porque é que os «crash tests» são realizados a 64 km/h?

Há quarenta anos atrás, havia ainda quem pusesse em causa a eficácia dos cintos de segurança. Para tirar as dúvidas, no final dos anos 70 os responsáveis pelos «crash tests» na Alemanha resolveram substituir os dummies por um grupo de voluntários. Este foi o resultado:

Mais artigos em Sem categoria

Os mais vistos

Pub