Coleção de clássicos na nova fábrica da Aston Martin. Vai uma voltinha?

Dentro de dois anos, a fábrica da Aston Martin em St Athan vai acolher o novo SUV da marca. Mas para já, as instalações serviram de palco para mais um vídeo promocional.

Para celebrar a transferência de propriedade dos três «super hangares» em St Athan – onde se situa a nova fábrica da Aston Martin – a marca britânica resolveu juntar 28 modelos nas instalações da fábrica no País de Gales, percorrendo os mais de 100 anos da sua história.

Desde os clássicos A3 e DB5 até aos mais recentes Vulcan e Rapide S, esta coleção vale, ao todo, mais de 76 milhões de euros. Nós sabemos quem não se importava de passar uma manhã nesta nova fábrica…

VEJAM TAMBÉM: Aston Martin Rapide. Versão 100% elétrica chega no próximo ano

E foi precisamente isso que fizeram os antigos pilotos do Campeonato Mundial de Resistência Darren Turner e Nicki Thiim, com a ajuda do engenheiro chefe da Aston Martin Matt Becker. “This is gonna be fun”, dizia Matt Becker antes de entrar para um V8 Vantage. You’re goddamn right:

Fábrica de St Athan. mais um passo importante para o futuro da marca

À exceção desta iniciativa da Aston Martin, a nova fábrica de St Athan permanece deserta, pelo menos por agora, e assim deverá continuar por mais dois anos. Só em 2019 é que a Aston Martin vai dar início à produção do DBX, nome (provisório) do primeiro SUV da marca britânica.

Esta medida faz parte do plano estratégico da Aston Martin para reverter os resultados menos positivos. O objetivo passa por produzir 7 000 unidades por ano nesta fábrica, que irá empregar 750 pessoas, e vender 14 mil unidades anuais até 2023.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos