Próximo Volkswagen Golf GTI poderá ser híbrido

A chegada da oitava geração do Golf GTI só está prevista para 2020, mas o desportivo alemão já começa a tomar forma.

No que toca ao desenvolvimento de novas motorizações, não há dúvida que a eficiência tem sido uma prioridade para as marcas, e nem os modelos com um pedigree mais desportivo escapam – o que não é necessariamente mau, muito pelo contrário.

Numa altura em que a atual geração do Volkswagen Golf já chegou a meio do seu ciclo de vida, os engenheiros da marca de Wolfsburgo estão agora focados na próxima geração do modelo. Sendo certo que vamos continuar a contar com o habitual leque de motores da atual geração – Diesel (TDI, GTD), gasolina (TSI), híbrido (GTE) e 100% elétrico(e-Golf) – a principal novidade está reservada para a versão Golf GTI que deverá ganhar um motor auxiliar elétrico.

VÍDEO: Ex-Stig ao volante das sete gerações do Volkswagen Golf GTI

Ao conhecido bloco 2.0 turbo TSI de quatro cilindros que equipa o atual Golf GTI, a Volkswagen deverá acrescentar um compressor volumétrico elétrico, à semelhança da tecnologia que encontramos no novo Audi SQ7. Esta solução fará com que o binário passe a estar disponível numa faixa de rotações mais baixa e durante mais tempo. Mas não é tudo.

O motor de combustão interna vai também passar a contar com a ajuda de um motor elétrico, alimentado pelo mesmo circuito elétrico de 48V que alimenta o compressor volumétrico – se querem saber mais sobre esta tecnologia vejam este link. De acordo com fontes próximas do departamento de pesquisa e desenvolvimento da marca, liderado por Frank Welsch, esta medida não só irá melhorar a performance do hatchback alemão como também reduzirá os consumos e as emissões.

O lançamento do Volkswagen Golf GTI deverá acontecer em 2020.

Fonte: Autocar

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos