Faróis

O polimento dos faróis em 4 passos

Os faróis são um dos elementos mais importantes do automóvel, tanto em termos de segurança como estéticos. O seu polimento é cada vez mais comum.

É inevitável. Em virtude das agressões do clima (principalmente dos raios UV), com o passar do tempo os faróis dos automóveis têm tendência a ficar baços e/ou amarelados. Além da parte estética, este processo de degradação das óticas pode colocar em causa a eficácia dos faróis e, por sua vez, a segurança.

Como tal, o polimento dos faróis é uma operação bastante procurada nas oficinas. Neste vídeo desenvolvido por uma marca que se dedica à produção de produtos para este tipo de intervenções, é possível assistir, passo a passo, às várias fases do processo de restauro de uma ótica.

Os mais habilidosos podem sempre tentar efetuar este restauro em casa, por sua conta e risco. É relativamente fácil encontrar no mercado diversos produtos destinados ao polimento de faróis, ainda que — como podem ver — seja um procedimento com um nível de complexidade relativamente elevado. Começando no isolamento efetivo da carroçaria, passando pelo uso correto dos produtos de polimento e terminando na finalização do trabalho (importante para assegurar um resultado duradouro).

RELACIONADO: Halogéneo, Xénon, LED, Laser… What the f**k?

Também já ouvimos falar (como muitos de vocês certamente) na utilização de pasta de dentes para o polimento dos faróis. Vamos experimentar esse método da pasta de dentes e depois contamos-vos como foi, corra bem ou mal — sinceramente, a última hipótese é mais provável.

RELACIONADO: Porque é que os carros franceses usavam faróis amarelos?

Mais artigos em Autopédia

Os mais vistos