Abriu a “Gigafactory” da Tesla no Nevada: 10 factos a não perder

A super fábrica da Tesla abriu oficialmente as suas portas. Quando estiver totalmente concluída, a “Gigafactory” terá o tamanho de 262 campos de futebol americano e será o maior edifício do planeta.

O investimento de 5 biliões de dólares da Tesla numa nova fábrica começa agora a dar os primeiros frutos. Ainda que apenas 14% da obra esteja concluída, a Tesla vai começar já a trabalhar na sua “Gigafactory”, que será construída por fases durante os próximos anos.

Na base da construção desta fábrica está o lançamento do Tesla Model 3 e o objetivo de produzir 500.000 carros por ano a partir de 2018, um número que estava previsto ser atingido apenas em 2020.

RELACIONADO: A Tesla quer que o teu carro autónomo trabalhe enquanto dormes

A única forma de conseguir atingir esse objetivo, é dotando a empresa de uma capacidade de construção de baterias que acompanhe as encomendas e reduza significativamente os custos das baterias, redução essa que poderá chegar aos 30% por kWh.

Para que isso fosse possível, a Tesla assinou um acordo de 1.6 biliões de dólares com a Panasonic, um parceiro estratégico da marca americana e que deu também o mote para a construção da “Gigafactory”. Do lado do Estado do Nevada também não faltaram apoios: 1.3 biliões de dólares em benefícios fiscais.

tesla-gigafactory (4)

Para além de apoiar fortemente o crescimento da Tesla no mercado automóvel, a fábrica “esconde” outro negócio importante para a marca: a Tesla Powerwall, um negócio de armazenamento de energia solar para residências e negócios. Elon Musk não tem dúvidas e garante mesmo que 50% da produção da fábrica poderá ficar entregue a este serviço.

10 factos sobre a Gigafactory da Tesla

1. Vai ocupar quase 930.000 m2, o equivalente a 262 campos de futebol americano. Será o maior edfício do planeta.
2. 5 biliões de dólares de investimento
3. 1000 pessoas trabalham na construção da fábrica
4. Até 2020 empregará 10 mil pessoas
5. Deverá produzir 500 mil carros por ano
6. Vai duplicar a produção mundial de baterias de lítio
7. A partir de 2018 produzirá, anualmente, 35 gigawatt-hora (GWh) de baterias, o equivalente à produção mundial de baterias em 2014
8. Elon Musk garante que a fábrica é capaz de produzir 150 GWh de baterias por ano
9. A cidade de Nova Iorque consome, anualmente, 52 GWh de energia.
10. Uma comunidade de 10 mil cavalos selvagens vive junto à “Gigafactory” e bebe água dos reservatórios que apoiam a construção. Elon Musk considera que é uma visão “romântica” e que parece o “Wild West”.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias