Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Consumos reais vs anunciados: PSA revela resultados

Os testes em condições reais reforçam a vontade do Grupo PSA em se distanciar dos recentes escândalos na indústria automóvel.

Prometido é devido. Tal como o Grupo PSA tinha anunciado no passado mês de outubro, os consumos dos principais modelos Peugeot, Citroën e DS passarão a ser determinados em condições reais. Depois do Peugeot 308, Citroën C4 Grand Picasso e DS 3, é agora a vez do novo Peugeot 2008.

Tal como os modelos anteriores, os consumos reais do crossover francês apresentam discrepâncias entre 30% a 40% com os valores inicialmente anunciados:

BlueHDI 120 – 5.2 l/100 km (reais) – 3.7 l/100 km (anunciados)

BlueHDI 100 – 5.2 l/100 km (reais) – 3.7 l/100 km (anunciados)

PureTech 130 – 7 l/100 km (reais) – 4.8 l/100 km (anunciados)

PureTech 82 – 6.3 l/100 km (reais) – 4.9 l/100 km (anunciados)

VEJAM TAMBÉM: A História dos logótipos: o eterno leão da Peugeot

De acordo com a marca, os testes foram realizados por pilotos profissionais e condutores amadores (sem qualquer ligação à Peugeot) num percurso de 96 quilómetros que combina trajectos urbanos, estradas secundárias e em autoestrada. Embora certos factores como as condições climatéricas e o estilo de condução não estejam sob controlo, a marca garante que os resultados são fidedignos.

“Este novo ciclo de testes será muito mais representativo da experiência real dos consumidores, a nossa visão acerca do assunto transmite total transparência para os nossos clientes. O caso Volkswagen criou uma grande preocupação na nossa empresa – somos lideres de mercado no que toca aos consumos e emissões (diesel), portanto se acontece alguma coisa que quebra a confiança dos consumidores, é uma grande preocupação para nós”.

Carlos Tavares, presidente do Grupo PSA

Já a partir do próximo ano, os consumos reais passarão a ser obrigatórios, segundo a nova legislação (WLTP) que entrará em vigor em setembro de 2017.

Entretanto, o grupo PSA anunciou que a produção de motores diesel BlueHDi Euro 6 superou 1 milhão de unidades na Europa.

Fonte: Autocar

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias