Lamborghini Miura celebra 50º aniversário no Salão Techno Classica

O “pai dos superdesportivos modernos” celebra este ano o seu quinquagésimo aniversário.

O Salão Techno Classica, que recebe anualmente alguns dos mais raros e apaixonantes clássicos da indústria automóvel, decorreu este fim-de-semana em Essen, Alemanha, e a Lamborghini aproveitou o evento para exibir um dos modelos mais importantes da sua história.

Falamos do Lamborghini Miura, um modelo que além do seu passado repleto de simbolismo serviu para mostrar as capacidades da Polo Storico, a divisão responsável pelo restauro dos modelos clássicos da marca, durante esta edição da Techno Classica. De um lado, temos um protótipo único de 1971, tratando-se do primeiro Lamborghini Miura SV restaurado pela marca – conhece toda a história aqui. Do outro, a versão de produção desse mesmo modelo, cujo processo de restauro ainda está por terminar, como se pode ver pelas imagens.

Lamborghini Miura Techno Classica (4)

A NÃO PERDER: Lamborghini – the Legend, a história do homem que fundou a marca do touro

O Lamborghini Miura foi desvendado pela primeira vez no Salão de Genebra, em 1966. De imediato o mundo ficou rendido à beleza das suas linhas e às suas especificações técnicas – não era caso para menos. Motor V12 em posição central traseira com quatro carburadores Weber, transmissão manual de cinco velocidades e suspensão traseira e dianteira independente faziam deste carro algo de revolucionário, assim como os seus 385 cavalos de potência.

O design ficou a cargo de Marcello Gandini, um italiano que primava pela atenção ao detalhe e à aerodinâmica dos seu carros. Com uma silhueta sedutora mas ao mesmo tempo intimidante, o desportivo quebrava corações no mundo automóvel. De facto, o Lamborghini Miura era um carro de tal forma popular que podia ser visto na garagem de personalidades famosas como Miles Davis, Rod Stewart e Frank Sinatra.

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter