O último Lancia V8

Thema 8.32: o Lancia com motor V8 da Ferrari

Há 30 anos a Lancia apresentava em Turim o Thema 8.32. Debaixo do capot estava o motor pelo qual muitos pais de família suspiravam.

O Thema era o familiar de topo da Lancia nos anos 80 e segundo a opinião de muitos, o último merecedor deste nome. Este bad boy italiano, ia buscar os números que lhe compunham do nome, 8.32 ao seu coração: 8 de V8 e 32 de 32 válvulas.

O motor do Lancia Thema 8.32 era um motor V8 com 2927 cm3 da Ferrari (que contou com uma “mão” da Ducati na montagem) — a versão sem catalisador debitava 215 cv.

O sprint dos 0-100 km/h cumpria-se em 6,8s e a velocidade máxima era de 240 km/h. Foi o primeiro automóvel a ser equipado com uma asa traseira eletrónica, que levantava e recolhia automaticamente (depende dos dias… os italianos sempre tiveram personalidades muito fortes…).

VÊ TAMBÉM: Lancia: iremos sempre recordar-te assim!

A plataforma (Tipo4) era partilhada a quatro, com o Saab 9000 e os “primos direitos” Alfa Romeo 164 e Fiat Croma. Já o motor partilhava-o com o Ferrari 308 Quattrovalvole, cujo motor tinha, como deixa perceber o nome, quatro válvulas por cilindro. A edição especial “8.32 Limited Edition” era composta por 32 unidades numeradas, disponíveis exclusivamente com a cor “Rosso Monza”.

Hoje, 30 anos depois do seu lançamento, recordamos o Lancia Thema 8.32. Vejam aqui o vídeo promocional deste modelo da Lancia.

Jeremy Clarkson, agora sim sabemos realmente o que significa «8.32» (o apresentador inglês cometeu uma gafe quando explicou, num episódio de 1989 do Top Gear, o significado de 8.32 – confirmem no vídeo).

Mais artigos em Clássicos