Pablo Escobar: o traficante que era piloto

Pablo Escobar, para além de ser um dos maiores traficantes de cocaína de todos os tempos, era também um grande fã de carros. Conhece o “outro” Pablo Esbobar, o piloto de automóveis.

O colombiano Pablo Escobar foi responsável pela morte de aproximadamente 6000 pessoas, 3 candidatos presidenciais, pela queda de um avião comercial e pela morte de uma das suas amantes (um mero apontamento). Crimes à parte, o Pablo Escobar era um verdadeiro petrolhead e chegou até a ser piloto – uma espécie de gentleman driver.

A carreira desportiva de Pablo Escobar começou no final dos anos 70 e durou apenas 4 anos. Escobar chegou a participar em algumas provas da Copa Renault – também conhecida localmente por “Coca Renault” porque grande parte dos pilotos e patrocinadores eram traficantes de cocaína.

Pablo_Escobar

Entre outros modelos, Pablo Escobar correu num Simca Rally 2 e num Porsche 911 RSR IROC que em tempos tinha sido pilotado por Emerson Fittipaldi – o primeiro brasileiro a sagrar-se Campeão do Mundo de Fórmula 1. Esse Porsche nasceu 911 RSR e mais tarde foi transformado num 935, mantendo a mecânica original.

RELACIONADO: Dia da Mulher: as mulheres no desporto automóvel

Apesar da sua “carreira” como piloto ter durado poucos anos, Pablo nunca se desinteressou pelo desporto, chegando até a apoiar o piloto colombiano Ricardo Londoño a chegar à Fórmula 1.

Pablo-Escobar

Como qualquer traficante de droga (e fã de carros, atenção…) que se preze, Pablo Escobar tinha uma coleção de carros invejável. Não, não era de superdesportivos como se poderia pensar, mas sim de carros que lhe chamavam à atenção – modelos que iam do simples Renault 4L até a um Cadillac de 1928. Embora não esteja confirmado, “diz-se” que Pablo Escobar baleou o seu Cadillac de propósito para se assemelhar ao que pertencia a Al Capone (hat tip: Guilherme Ferradoza). Lá de armas gostava ele…

A NÃO PERDER: Top 5: as carrinhas que marcaram o Salão de Genebra

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Clássicos