Daimler: elétricos só serão competitivos a partir dos 500 km de autonomia

O CEO da Daimler AG acredita que só a partir dos 500 km de autonomia é que os veículos elétricos poderão competir com os automóveis com motores térmicos.

À margem da 86ª edição do Salão de Genebra, o mais alto representante do grupo Daimler AG, Dieter Zetsche, disse que apesar de definir os 500 km como um número aceitável, admite que não existe nenhum valor em concreto que provoque um aumento instantâneo nas vendas de veículos elétricos, em detrimento dos carros com motor de combustão.

RELACIONADO: Os veículos elétricos são só para a cidade?

“Não sei se haverá um ponto de viragem a partir do qual dentro de 2 anos todos os automóveis serão substituídos por veículos elétricos”, comentou Dieter Zetsche. Pelo contrário, o dirigente alemão diz que se trata de um processo contínuo, que poderá começar na diminuição do preço das baterias para valores mais competitivos.

Dieter Zetsche sugeriu ainda que a criação de uma infraestrutura própria para veículos elétricos e a expansão da gama de automóveis plug-in híbridos são passos fundamentais para que o mercado de veículos alternativos se torne mais competitivo.

Fonte: Automotive News

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos