Como fazer drift? Este vídeo explica tudo (ou quase…)

Quem nunca quis saber como fazer um drift que atire a primeira pedra. Se a carapuça te serviu, este artigo foi feito para ti…

Começamos por dizer que não é aconselhável (de todo) fazer estas manobras de diversão em estradas públicas. Os perigos estão sempre ao virar da esquina. O melhor local para aprender é num circuito fechado, onde tens 100% certeza que controlas praticamente todas as variáveis (excepto o teu talento… ou falta dele 🙂 ). Nota: em destaque uma imagem nossa a mostrar como se faz.

Para começar, há quatro ingredientes mínimos para cozinhares bem uma manobra drift: caixa manual (discutível…), um carro com uma potência generosa (preferencial), tração traseira (naturalmente!) e a possibilidade de desativares o sistema de tração e estabilização do carro, mais conhecido por ESP, salva-vidas ou desmancha prazeres (escolham a que preferirem). Podíamos referir o diferencial autoblocante mas a ideia é fazer drift com qualquer carro.

RELACIONADO: Mazda MX-5 com motor Cummins 4BT: a derradeira “drift machine”

Como uma imagem vale mais do que mil palavras (vá, não foram assim tantas…), deixamos um vídeo “for dummies” de como fazer drift:

Segue a Razão Automóvel no Instagram e no Twitter

Os mais vistos