Circuito de Vila Real

Citröen na frente, Tiago Monteiro em quinto

A Citröen conseguiu preecher os dois primeiros lugares na primeira corrida do dia, com Jose Maria Lopez (Citroen C-Elysée) e Sébastien Loeb a garantirem o primeiro e segundo lugares, respetivamente. A fechar os três primeiros ficou o piloto húngaro Norbert Michelisz (Honda Civic).

A primeira corrida do WTCC no Circuito Internacional de Vila Real ficou marcada pela regularidade de máquinas e pilotos, que não arriscaram num traçado muito pouco dado a aventuras. No final da ronda o destaque foi para a partida, com todos os intervenientes a revelarem que no fim de contas o importante é sair bem da grelha, sendo que as oportunidades de ultrapassar são escassas e sempre arriscadas.

Tiago Monteiro e Gabriele Tarquini ganharam logo uma posição nos primeiros metros, depois de Hugo Valente (Chevrolet Cruze) ter falhado o arranque. Atrás a emoção também se fez sentir quando o chinês Ma Qing Hua (Citroen C-Elysée) e o francês Yvan Muller (Citroen C-Elysée) ultrapassaram os Lada Vesta dos holandeses Jaap Van Lagen e Nicky Catsburg.

Depois desta troca inicial de lugares as posições mantiveram-se inalteradas até ao final da corrida. Nas declarações dos pilotos após a prova, a exigência do traçado era mais do que evidente.

Correr aqui é muito exigente e tive cuidado na partida, que foi boa, e depois com o carro, que sofre mais do que num circuito tradicional, num traçado onde um erro pode sempre acontecer. Cometi alguns, que não impediram a vitória, mas a segunda corrida vai ser muito difícil, porque parto lá atrás e vou ver o que acontece.

Jose Maria Lopez

A partida foi o único momento em que podia ter chegado ao primeiro lugar, mas ele partiu bem, eu estive perto do muro. Depois tentei manter o contacto, mas nunca estive em condições de o poder atacar. Na segunda corrida vamos ver o que acontece, mas estou confiante com o comportamento do carro

Sébastien Loeb

Este é um circuito fantástico, não só pelo desenho da pista, mas, em especial, pela atmosfera que o envolve. Sem o problema do Hugo, à partida, teria sido difícil chegar aqui, já que as ultrapassagens são quase impossíveis.

Norbert Michelisz

Esta é uma pista onde é divertido guiar e comecei a perceber, agora, muitas das histórias que ouvi. A partida era crucial, consegui ganhar uma posição, fiz a primeira volta ao 'ataque' para perceber onde me situava. Estou satisfeito com o quinto lugar e agora vou pensar na segunda corrida. Aprendi muito nesta corrida e agora é perceber onde podemos melhorar.

Tiago Monteiro

Classificação:
1.º José Maria Lopez (Citroen C-Elysée), 13 voltas (61,815 km), em 26.232,906 (141,6 km/h);

2.º Sébastien Loeb (Citroen C-Elysée), a 1,519 s.;

3.º Norbert Michelisz (Honda Civic), a 5.391 s.;

4.º Gabriele Tarquini (Honda Civic), a 5,711 s.;

5.º Tiago Monteiro (Honda Civic), a 9,402 s.;

6.º Ma Qing Hua (Citroen C-Elysée), a 12,807 s.;

7.º Yvan Muller (Citroen C-Elysée), a 21,126 s.;

8.º Jaap Van Lagen (Lada Vesta), a 22.234 s.;

9.º Nicky Catsburg (Lada Vesta), a 27,636 s.;

10.º Robert Huff (Lada Vesta), a 28,860 s.;

Classificaram-se mais seis pilotos.

Foto: @World

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos