GP do Japão: Hamilton vence corrida atribulada

Este domingo em Suzuka começou e acabou com o safety car a liderar o pelotão. A chuva intensa no início da corrida e o aparatoso acidente de Jules Bianchi marcaram o Grande Prémio do Japão, em Suzuka.

Quem esperava uma corrida emocionante como só o Circuito de Suzuka sabe oferecer não encontrou grande satisfação neste Grande Prémio. O tufão “Phanfone”, que está a afectar fortemente o Pacífico, provocou uma verdadeira “cheia” em Suzuka e a corrida foi interrompida durante 20 minutos logo à 3ª volta.

O retomar da corrida teve de ser feito em passo lento, atrás do safety car, que liderou durante as primeiras 10 voltas. Apesar dos anos que já carrega o Circuito de Suzuka, este conseguiu digerir bem a água e logo após o início da corrida “em pleno”, já havia quem mudasse para pneus intermédios. Com o anunciar da provável ausência (quase total) de chuva durante o resto da corrida, as idas às boxes para troca de pneus intensificaram-se.

Gp do japão hamilton 2

Desde cedo que os Mercedes de Rosberg e Hamilton tomaram de assalto as duas primeiras posições, com Rosberg a liderar. Mas não foram necessárias muitas voltas até que Hamilton subisse à primeira posição. Mais atrás, a Williams debatia-se contra o ataque de uma Red Bull afinada para a chuva.

Valterri Bottas e Felipe Massa não resistiram à ofensiva da equipa da taurina, com Daniel Ricciardo e Sebastian Vettel a passarem para a frente, naquelas que foram as ultrapassagens mais marcantes da corrida. Na qualificação de sábado, a aposta numa configuração para piso molhado prejudicou a Red Bull, mas a gestão feita a pensar na corrida de domingo acabou por se revelar inteligente.

Nota também para Jenson Button, cujo sentido de oportunidade para troca de pneus lhe permitiu uma passagem pelo terceiro lugar e uma prestação superior à de Bottas e Massa, que acabou por ultrapassar. No entanto, os Red Bull acabariam em superioridade e Jenson Button num honroso 5º lugar.

Mais artigos em Notícias