Glórias do Passado

Opel 1204: o Chacal alemão dos anos 70

O Opel 1204 é um pedaço de história que vos trazemos. Do mundo global à ditadura, entre continentes e identidades diferentes, esta é mais uma viagem ao passado que não podem perder.

Os nossos leitores são os melhores do mundo e o Tiago Santos é um deles. Convidou-nos para um passeio no seu Opel 1204; ficamos a um conhecer um dos nossos leitores e também a sua máquina. Foi um dia especial e carregado de história que vos trazemos hoje. Prontos para a viagem? Venham daí.

O ponto de encontro foi no Casino do Estoril num final de tarde fantástico para um passeio. O Tiago Santos estava prestes a partilhar connosco um momento habitual: depois do trabalho, tira o seu clássico da garagem e segue caminho, pela praia ou pela serra, tanto faz. Feitas as devidas apresentações, saímos para umas fotos épicas.

O Tiago é um leitor como outro qualquer. Simples, sem peneiras e despreocupado com opiniões, gosta de viver o seu momento. “Nesse não convém muito bater…”, disse enquanto fazia marcha atrás ao lado de um Mercedes SL 63 AMG novinho em folha. “Não estou muito a par dos novos modelos, não lhes ligo muito e se eu pudesse, ia todos os dias de clássico para o trabalho”.

VÊ TAMBÉM: Lembras-te deste? Opel Calibra, esculpido pelo vento
Opel 1204 Sedan 2 Door_-6

O Opel 1204 não foi um automóvel qualquer, enganem-se os que o julgam pela sua idade, pelo nome ou mesmo pelo preconceito de que nas memórias do passado só as grandes “bombas” têm lugar. Este Opel 1204 pode não ser uma “bomba”, mas é definitivamente uma grande máquina e carrega consigo uma grande responsabilidade.

Produzido entre 1973 e 1979, o Opel 1204 foi o primeiro carro da Opel a utilizar a plataforma T-Car, a plataforma da General Motors para um carro mundial.

“Há aqui uma vibração qualquer, tenho de ver isto” dizia o Tiago enquanto metia uma mudança no Opel 1204, pela frente tinha a Serra de Sintra e a sua beleza inconfundível, património da Humanidade. Era o local perfeito para o Thom V. Esveld fotografar o Opel 1204. As curvas e contra curvas do antigo traçado do Rally de Portugal podiam não ser a “praia” desta versão do Opel 1204, mas ele merece o melhor. Afinal, 40 anos não se fazem todos os dias e hoje, por muito curtas que elas sejam, ele vai esticar as pernas.

VÊ TAMBÉM: O que fazem tubarões escondidos nos Opel?

O temível Chacal Alemão dos anos 70

O Chacal, terrorista temível e mundialmente conhecido, ficou famoso pelas dezenas de identidades diferentes e por estar sempre a saltar de país em país, fugindo às autoridades. Este Opel 1204 não lhe fica atrás.

Muitos serão os que já me chamaram ignorante, por a esta altura ainda não ter trocado “Opel 1204” por “Opel Kadett C”. Mas podia dizer-vos que também posso chamar-lhe Buick-Opel, Chevrolet Chevette, Daewoo Maepsy ou Maepsy-na, Holden Gemini, Isuzu Gemini, Opel K-180 e por fim, como não poderia deixar de ser, Vauxhall Chevette. Isto caso estejam nos EUA, Brasil, Coreia, Austrália, Japão, Argentina ou Inglaterra, respetivamente.

Opel 1204 Sedan 2 portas

Em Portugal, o modelo foi comercializado como Opel 1204, por razões que muitos dizem ter sido políticas e comerciais. Quando o modelo foi lançado, em 1973, o nome de um dos modelos da Opel, o Ascona, ditou a alteração do seu nome para apenas Opel 1204. Fontes não oficiais, dizem que o regime de Salazar não aceitou o nome “Ascona”, pelo trocadilho profano que podia gerar.

O Opel Ascona foi comercializado em Portugal como Opel 1604 e Opel 1904, conforme a cilindrada fosse 1600 cm3 ou 1900 cm3. O Opel 1204 foi fruto dessa opção pela nomenclatura técnica, ao ter um motor 1.2. Mas porque não se chamou Kadett 1204 ou 1004 (1000 cm3)?

Aqui a razão será, porventura, comercial. Reza a “lenda” que a Opel mudou o nome ao Kadett porque na altura havia um trocadilho popular que manchava a reputação do modelo: “Se queres um barrete, compra um Kadett”. Não podemos confirmar este boato.

O Tiago Santos, proprietário de um destes modelos, acha estranho o trocadilho, pois considera que os Opel da época eram de uma fiabilidade extrema. No entanto, não deixa de frisar que esta “é uma história engraçada”.

Opel-1204-Sedan-2-Door-14134

O modelo foi lançado em seis carroçarias diferentes — City (hatchback), Sedan 2 Door (2 portas), Sedan 4 Door (4 portas), Caravan, Coupe e Aero (descapotável, não comercializado em Portugal). Aqui estamos perante um Opel 1204 Sedan 2 Door, aquilo a que hoje muitos chamariam de Coupé.

As motorizações disponíveis eram várias: 1.0 com 40 cv; 1.2 com 52, 55 e 60 cv; 1.6 com 75cv, não comercializado em Portugal; 1.9 com 105 cv, equipou o GTE até 1977; e 2.0 com 110 e 115 cv, equipou o GTE de 1977 até 1979.

Este Opel 1204 tem vários extras de catálogo: jantes ATS Classic 13”, faróis de nevoeiro e de longo alcance, porta luvas (extra raríssimo em Portugal), radio electrónico Opel (não original, pois um rádio original e a funcionar é raro), encostos de cabeça (eram de série nas versões mais luxuosas, nesta era um extra), frisos cromados à volta das janelas laterais e um quadrante com relógio (opcional em algumas versões e instalado posteriormente). “Quadrantes? Tenho outros dois lá em casa, há que estar prevenido!” diz o Tiago a olhar para o seu Opel 1204 com a Serra Sintra como pano de fundo.

Opel 1204 Sedan 2 Door_-11
VÊ TAMBÉM: Belga multado por ter sido apanhado a 696 km/h num… Opel Astra

Comprado por acaso

“Foi numa brincadeira durante um leilão, um deixa ver no que isto dá”. Este era o espírito do Tiago e do seu pai quando em fevereiro de 2008 licitaram o Opel 1204 durante um leilão. O carro estava em muito mau estado e com a ajuda de um amigo que tinha um reboque foi buscar o Opel 1204 às Caldas da Rainha. Pela frente tinham um caminho longo de restauro. A sorte de ambos foi o pai do Tiago ser mecânico e saber “apertar os parafusos”, o que facilitou o processo. Ainda assim foram quatro anos de trabalho.

Opel 1204 Sedan 2 Door_-18

Obra de pai e filho

O Tiago Santos e o pai, Aureliano Santos, puseram mãos à obra e decidiram dar uma nova vida ao Opel 1204. Depois de desmontarem o carro, chegaram à conclusão de que a carroçaria, que estava uma lástima, ia dar muito trabalho para ficar a 100%. Foram à procura de um irmão, um Opel 1204 com uma carroçaria em melhor estado e dos dois carros, construíram um.

A carroçaria do segundo foi completamente restaurada e já com todos os podres tratados após um ano de tratamento de chapa aos sábados, foi para pintar na cor Regatta Blu, original do modelo e escolhida da palete de cores oficial Opel.

Opel 1204 Sedan 2 Door_-23

Depois de montado foi completamente estofado e em outubro de 2012 estava pronto a circular. O motor tem apenas 40 000 km de origem e este Opel 1204 já tem participado em diversos eventos: no Clube Opel Clássico Portugal, Portal dos Clássicos e nos ralis de regularidade TRACO.

VÊ TAMBÉM: Opel Insignia Grand Sport 1.5 Turbo Innovation. Mais por menos?

Uma homenagem

Este é um projeto a dois, meu e do meu pai. Esta referência no Razão Automóvel é, para mim, uma homenagem ao meu pai, por todo o trabalho e pelos bons momentos que este automóvel proporcionou entre pai e filho, que eu tanto apreciei e que hoje recordo, ao volante da minha Máquina do Passado.

Opel-1204-Sedan-2-Door-141

A nossa viagem termina onde começou, fiquem com algumas fotos do processo de restauro do Opel 1204.

Mais artigos em Clássicos

Os mais vistos