Chevrolet Camaro : ícone americano de cara lavada

Com os rumores de que um novo Mustang estará na calha dentro do próximo ano, a Chevrolet não se deixou ficar para trás e antecipa-se com uma operação de renovação estética no seu modelo mais famoso por entre os verdadeiros «Muscle Cars». O RA apresenta-vos o novo Chevrolet Camaro de cara lavada.

Com comercialização prevista para o final de 2013, a Chevrolet resolveu dotar o Camaro de alguns toques estéticos, antevendo também o que será a versão mais aguardada de sempre o Chevrolet Camaro Z28, mas por enquanto é o Chevrolet Camaro SS que ainda ostenta o título de mais potente da gama.

Apesar de não parecer o Chevrolet Camaro já conta com 1 ano de carreira comercial, por isso a marca americana achou por bem fazer alguns ajustes aerodinâmicos e colmatar algumas falhas no equipamento. Mas vamos começar pelo plano estético. O Camaro recebe uma grelha totalmente redesenhada, com ópticas um pouco mais largas e mais baixas que acabam por ficar com os rebordos escondidos pelo capô e para-choques.

2014-Chevrolet-Camaro11

O Aileron traseiro do Chevrolet Camaro, também foi revisto e conta agora com um menor ângulo de inclinação mas com maior superfície, melhorando a resistência e sustentação aerodinâmica. Uma das grandes mudanças visíveis – e que são parte integrante da identidade do Camaro – são o capot e o seu difusor central, que sofreram profundas mudanças. O difusor central desaparece assim como a «bossa» no capot, que por sua vez dá origem a uma grelha de ventilação de 3 lâminas que segundo a Chevrolet melhora o arrefecimento do motor e a estabilidade a alta velocidade.

No que toca ao «puro músculo» do Chevrolet Camaro a oferta permanece totalmente igual. Apenas com um gadget novo, nas versões de caixa automática, será agora possível despertar o V8 do Camaro através de um comando na chave.

O equipamento recebeu a introdução de um novo sistema «heads up display» que passa a ser a cores ao contrário do anterior apenas em azul. A conectividade entre aparelhos sai reforçada com o novo dispositivo MyLink na consola central, com recurso a um ecrã táctil de 7 polegadas em que é possível para além do uso do GPS, gerir uma agenda, visualizar imagens, reproduzir vídeos e áudio via telemóvel mediante conexão por USB. Os preços continuam inalterados começando nos 97.000€ do coupé e nos 102.000€ no descapotável.

Mais artigos em Notícias