Nautilus Car: O carro emblemático de “A Liga dos Cavalheiros Extraordinários”

Ontem, publicámos na nossa página do Facebook, a imagem que está no topo deste artigo, e, como puderam ver, o interesse pelo carro que lá está retratado foi enorme…

O preponderante Nautilus Car foi especialmente criado para um filme que estreou em 2003, chamado, A Liga dos Cavalheiros Extraordinários. Quem viu este filme, recorda-se, certamente, desta magnifica locomotiva do asfalto.

Apesar de se tratar de um automóvel funcional, não está autorizado a circular na via pública. Também pudera… Exuberante e excessivo são os dois nomes do meio desta bigorna de seis rodas. Construído do zero a partir de um chassis Land Rover (talvez do Land Rover Stage), o Nautilus Car mede uns incríveis 7 metros de comprimento e 3 metros de largura.

Nautilus

A potência fica a cargo de um V8 da Rover e o design ficou nas mãos da premiada designer, Carol Spier, que deu ao carro um estilo meio “vitoriano“. No filme, esta «besta» pertencia a uma personagem oriunda da Índia, o Capitão Nemo, e a pensar nisso, foram espalhadas inúmeras figuras de elefantes por todo o carro (capô, maçanetas das portas, grelha dianteira, etc.).

Outra característica que torna este meio de transporte ainda mais «absurdo», é o facto de ser demasiado «rasteirinho» em comparação aos carros convencionais. Confusos? Eu explico… Por estar tão colado ao chão e por ter as dimensões que tem, foi necessário construir um sistema hidráulico específico que permitisse transportar o Nautilus Car de um lado para o outro da maneira mais segura possível. Algumas pessoas que tiveram a oportunidade de privar com este impressionante bólide, disseram que o Nautilus Car é menino para chegar aos 80 km/h sem perder a postura – algo que eu, e todos os editores do RazãoAutomóvel gostávamos, seriamente, de ver isso acontecer.

Nautilus
Nautilus
Nautilus

Texto: Tiago Luís