Ariel Atom 3.5 – Mais cinco décimas de adrenalina

A Ariel anunciou o que qualquer fanático por velocidade mais esperava – um upgrade do pequeno e indomável Atom.

Cinco décimas foi a fasquia numérica que o fabricante quis atingir com esta evolução, mas à excepção do nome do modelo, a lista de novidades acrescenta bem mais do que cinco décimas aos valores e equipamento deste brinquedo de track-day.

Único e exclusivo, este novo Atom é a resposta da Ariel a um público-alvo exigente, que pretende ter um carro diferente de todos os outros. Centrada no consumidor, a Ariel está no mercado dos superdesportivos para vencer e ser uma referência de qualidade – mais do que uma evolução do Atom, é um aperfeiçoar da relação com os clientes. A aposta numa maior possibilidade de personalização de acordo com as necessidades e gostos do proprietário foi uma das prioridades desta nova versão.
O 3.5 é um produto que nasce da união das qualidades dos modelos mais exclusivos do Atom – o chassis recebe alterações que derivam das versões V8 e Mugen. Ao nível do chassis encontramos uma melhoria significativa da rigidez torsional, mas as modificações também atingem o motor e amortecedores. Nós agradecemos!

O motor Honda 2.0 iVTEC mantém os 245cv de potência, mas na versão sobrealimentada há uma aumento de 10cv em relação ao anterior modelo, passando a debitar uns alucinantes 310cv, resultantes de modificações ao nível da gestão do motor e admissão. Com uma relação peso-potência que parece mentira, este “novo” Atom está cada vez mais virado para a eficácia em pista. É cada vez mais um compromisso sério entre a utilização em estrada e os fins-de-semana de pura diversão num circuito sem o “travão” dos limites de velocidade.
As alterações não se ficam pela parte técnica – um novo capot e iluminação led são as mais visíveis, passando por um novo visor que dá a possibilidade ao condutor de fazer o upload dos dados telemétricos para um computador e cuja nova disposição dos valores torna tudo bem mais vísivel.

O novo Atom está mais rápido, eficiente e exclusivo. Ao serviço da velocidade e exclusividade é impossível não gostar cada vez mais desta máquina – venham mais décimas para este brinquedo e no futuro, um novo modelo!


Texto: Diogo Teixeira