42 anos depois: Homem encontra carro roubado à venda no eBay

Isto há histórias… Como é que é possível alguém conseguir encontrar um carro roubado à venda no ebay depois de este estar 42 anos desaparecido?

Esta é daquelas histórias que dava um filme de cinema, se não vejam: Era uma vez, um senhor chamado Bob Russel que investiu, em 1968, cerca de 3.000 dólares num Austin Healey 3000. O objetivo desta aquisição tinha uma simples razão de ser: Ajudar a encontrar e a conquistar a mulher da sua vida. A ideia pode parecer algo mórbida, mas o que é certo é que Russel fez a aposta certa e conseguiu impressionar Cynthia, a sua atual esposa.

Infelizmente, no segundo encontro do casal, o vistoso Austin foi roubado num parque de estacionamento em Filadélfia. Depois deste terrível acontecimento, Russel achou que nunca mais voltaria a ver o seu carro porque muito provavelmente teria sido desmanchado para venda de peças. A muito custo, Russel seguiu com a sua vida mas sem nunca esquecer a sua pérola de quatro rodas.

Um dia, ouviu falar do famoso site de leilões norte-americano, o eBay, e decidiu ser um pesquisador assíduo de Austins Healey 3000. Certamente ainda existia uma réstia de esperança de voltar a ver o seu velho companheiro… “Desde que criaram o site eu verificava regularmente se havia novidades. Mas sabia que a possibilidade de o carro, sequer, existir era muito pouco provável”, afirmou Bob Russel à Associated Press.

No dia 11 de maio de 2012 (42 anos depois do roubo), aconteceu o impensável, Russel encontrou a sua máquina à venda no eBay (já devem estar a imaginar a satisfação deste senhor). O carro estava a ser vendido pela “Beverly Hills Car Club”, uma companhia de renome que vende inúmeros clássicos.

Bob Russel entrou em contato com os responsáveis pela venda do seu Austin e informou-os que estavam a vender um carro que tinha sido roubado há 42 anos atrás. E provas? Devem ter perguntado os vendedores… Pois bem, Russel ainda possuía a chave original, a licença e o registo de compra mas faltava-lhe algo extremamente importante, um documento que comprovasse que o carro tinha sido roubado.

Mas como um bom filme de cinema tem sempre um final feliz, a polícia conseguiu encontrar o tal documento de 1970 e Russel conseguiu assim recuperar a sua máquina sem pagar nada por isso, isto embora o vendedor pedisse 24.000 dólares pelo carro… Russel teve apenas de pagar os custos de transporte, cerca de 1.500 dólares.

“Ainda funciona, mas os travões não estão bons. Vou pô-lo exatamente como ele era. Provavelmente ficará a valer 50.000 dólares”, disse Russel.

E assim foi, viveram felizes para sempre… Fim!

Texto: Tiago Luís

Mais artigos em Notícias