BMW apresenta o seu novo míssil: O M6

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

BMW apresenta o seu novo míssil: O M6

Crise? Qual crise!? A BMW decretou guerra à crise e acaba de apresentar a sua nova e dispendiosa arma. E que arma…
O lendário emblema da M volta a marcar presença nos flancos do modelo Série 6 da BMW. E todos nós sabemos o que isso significa, não é? Prestações avassaladoras, comportamento mais apurado e presença ainda mais marcante.
Da anterior geração para a nova só o nome transita, como já tínhamos tido oportunidade de constatar nas versões menos potentes do Série 6. O anterior motor V10 atmosférico deu lugar a um novo V8 bi-turbo twin-scroll que garante prestações fulgurantes, mas com consumos mais frugais. O mesmo que encontramos debaixo do capot do BMW M5.
Variante descapotável do M6
A BMW anuncia números que falam por si: 560 cv disponíveis entre as 5750 e as 7000 rpm e um binário máximo – prestem bem atenção… – de 680Nm, constantes entre as 1500 e as 5750 rpm! E toda esta “alegria” é entregue somente ao eixo traseiro, por intermédio da competente caixa de 7 velocidades com dupla embraiagem, nossa conhecida do M5.
Se no exterior é a panaceia de entradas e saídas de ar que podem ver nas fotos que acompanham esta notícia ou na nossa galeria dedicada ao modelo (clicando aqui), no interior reina a sobriedade e bom gosto que contrastam com o uso intensivo de alta tecnologia. Neste novo M6 – que está francamente mais aburguesado que o seu antecessor – podemos encontrar equipamentos de luxo como p.ex o sistema de som de alta fidelidade Bang & Olufsen ou o sistema de visão nocturna com reconhecimento de peões, mais próprios de uma berlina de luxo do que de um desportivo puro sangue. 
Todas as fotos do novo modelo disponíveis clicando aqui
Mas isso tem uma explicação. O novo M6 deixou de tentar ser aquilo que nunca foi verdadeiramente: um super-desportivo. E passou a tentar ser aquilo que sempre foi realmente: um Gran Turismo. Um carro de elevadas prestações, de comportamento competentíssimo, mas ao mesmo tempo focalizado no conforto e comodidade dos seus ocupantes. Esqueçam o M6 duro e por vezes desconfortável, como o sofá onde eu estou agora… O novo M6 com toda a sua panóplia de soluções de regulação para a suspensão e chassi promete ser tão cómodo como aquelas cadeiras de massagem que os reformados compram. Mas muito, muito mais rápida claro.


Texto: Guilherme Ferreira da Costa