Lotus confirma “Ethos City Car” para 2015

Depois de vos mostrarmos o “O porquê do citadino da Aston Martin custar 46.020€?”, é agora altura virarmos os olhos para a marca britânica, Lotus.

A proposta da Lotus para o “supermini” foi finalmente aprovada e em parceria com a Proton (empresa-mãe) vai desenvolver um citadino de quatro lugares, equipado com um motor eléctrico Plug-in e um motor de combustão de 1,2 litros com 74cv de potência e 240Nm de binário máximo.

Ao que tudo indica o Ethos City Car vem com um objectivo claro para a marca britânica, conseguir cumprir as futuras normas de emissões de CO2, que entram em vigor nos próximos anos, e se possível assumir um papel de destaque neste segmento.

Segundo o chefe executivo da marca britânica, Dany Bahar, “Não vale a pena estar a enfrentar a Mini ou os pequenos BMW’s e Audi’s se não oferecermos um produto realmente especial. O nosso carro terá propulsão eléctrica ou será um eléctrico com extensor de autonomia e oferecerá performances incomparáveis com as de qualquer outro automóvel compacto”.

A lotus promete ainda para este citadino de design exclusivo, uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 9 segundos e uma velocidade máxima de 170 km/h com um autonomia de 64km, que ascende aos 500km com a combinação da energia armazenada nas baterias com o motor de combustão.

Especificações:
3 portas, 4 lugares, tração traseira;
1.2 de 74 Cv / 240 Nm;
0-50 kmh 4,5 segundos;
0-100 kmh 9,0 segundo;
Velocidade máxima 170 kmh;
60g/km de emissões de CO2;
Peso inferior a 1400 kg


Texto: Tiago Luís

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos