Portugal. Quais as marcas que mais venderam no primeiro semestre de 2022?

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Mercado

Portugal. Quais as marcas que mais venderam no primeiro semestre de 2022?

Contas feitas verifica-se uma contração de 9,4% no mercado automóvel nacional no primeiro semestre de 2022 em relação ao período homólogo de 2021.

O mercado automóvel nacional segue a tendência negativa da maioria dos outros mercados europeus, verificando-se no primeiro semestre de 2022 uma contração de 9,4% — contando com ligeiros e pesados —, o que se traduz em 89 982 unidades vendidas no total.

Em junho de 2022 essa contração foi ainda maior, com a venda de ligeiros de passageiros a caírem 18,1% (15 510 unidades) e a de ligeiros de mercadorias 30,5% (1943 unidades).

Em contra-ciclo estão as vendas de pesados que subiram 26,8% em junho de 2022 (634 unidades), subida que se reflete no acumulado do primeiro semestre de 2022, com uma subida de 9,2% (2803 unidades).

TÊM DE VER: Toyota Corolla NÃO foi o carro mais vendido do mundo em 2021
Toyota Yaris Cross
A Toyota está com uma performance invejável em 2022, encerrando atualmente o pódio entre as marcas mais vendidas em Portugal.

Mercado a cair, mas muitas marcas estão a vender mais

Com este cenário de contração, motivado por todas as perturbações pelas quais a indústria passa — sobretudo pela falta de componentes — não é de admirar que a performance das marcas esteja, no geral, em terreno negativo, mas há muitas exceções.

Nos ligeiros de passageiros, a CUPRA e a Dacia foram as que mais subiram em termos relativos no primeiro semestre de 2022 em Portugal, respetivamente, 268,8% e 115%.

Destaque para a Dacia que já ascendeu à sétima posição no ranking das marcas, tendo sido inclusive a terceira marca mais vendida em junho, a menos de 100 unidades de distância dos líderes Peugeot e Renault.

Outras subidas a destacar são as da Kia (43,3%), Toyota (19%) e Hyundai (11,7%), que têm estado entre as marcas automóveis menos afetadas pela crise dos chips e falta de componentes.

A norte-americana Tesla também registou um aumento substancial de vendas neste primeiro semestre de 2022 no mercado nacional, com as 1059 unidades vendidas a traduzirem-se num aumento de 66,9%.

A título de curiosidade, também as marcas de luxo tiveram uma performance muito positiva no mercado nacional neste primeiro semestre de 2022. Maserati, Bentley, Ferrari e Aston Martin registaram crescimentos de, respetivamente, 140%, 100%, 38,5% e 13,3%.

https://youtu.be/0cgwpigI78k

O crescimento elevado traduz-se, no entanto, em poucas unidades vendidas nos primeiros seis meses do ano: 30 Bentley, 24 Maserati, 18 Ferrari e 17 Aston Martin.

As marcas automóveis mais vendidas

De resto, a Peugeot continua a ser a líder confortável do mercado nacional, apesar de registar uma quebra de 8,5%. A Renault é a segunda marca mais vendida, mas regista uma quebra bem maior, de 38,2%. A novidade está na marca que encerra o pódio, com a Toyota a tomar o lugar da Mercedes-Benz e a ficar a uma curta distância da Renault.

Entre os ligeiros de passageiros, estas foram as 10 marcas mais vendidas no primeiro semestre de 2022 no mercado nacional:

  • Peugeot — 8713 unidades (-8,5% em relação a 2021);
  • Renault — 5584 unidades (-38,2%);
  • Toyota — 5434 unidades (+19%);
  • Mercedes-Benz — 5239 unidades (-20,8%);
  • BMW — 5078 unidades (-19,7%);
  • Citroën — 4870 unidades (-12,8%);
  • Dacia — 4386 unidades (+115,3%);
  • Hyundai — 3976 unidades (+11,7%);
  • Volkswagen — 3638 unidades (-15,6%);
  • SEAT — 3555 unidades (-9,8%).

Fonte: ACAP

Mais artigos em Notícias