Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Design

Ferrari F40 do futuro, imaginado por designer da Kia

O Ferrari F40 continua a ser tão marcante agora como quando foi lançado. E é fonte de inspiração para Marcell Sebestyen, designer da… Kia Europa.

O Ferrari F40 é um dos superdesportivos mais marcantes de sempre, uma máquina «sem compromissos», em que tudo o que fosse prejudicial à performance era simplesmente eliminado.

A par do Lamborghini Countach, foi talvez a «decoração» mais comum (na forma de pósteres) nos quartos de jovens petrolheads no final dos anos 80 e início dos anos 90 do século passado: uma máquina de sonho e uma genuína fonte de inspiração.

Presumimos que Marcell Sebestyen, designer sénior de exteriores da Kia Europa, sinta o mesmo em relação ao superdesportivo italiano, pois decidiu reinterpretar o icónico modelo, trazendo-o para os nossos dias — um pouco em linha com o que vimos a Lamborghini fazer com o Countach…

VEJAM TAMBÉM: Em 2022 a Ferrari faz 75 anos e mostra o Purosangue, o seu primeiro… FUV

Se pode ser à primeira vista estranho ver um designer da Kia desenhar um Ferrari, não é. Afinal, não significa que este designer só «veja» Kia à frente.

Como qualquer outro designer ou apaixonado por automóveis, tem «obrigatoriamente» de apreciar e admirar outros automóveis e, olhando para a sua conta de Instagram, percebemos que Sebestyen tem gostos diversos, que vão dos muscle cars, aos superdesportivos e carros de rali.

Infelizmente temos apenas uma vista do seu Ferrari F40, mas que permite ter uma ideia clara da sua visão para um hipotético regresso do modelo.

Ferrari F40
O original, tão impressionante agora, como quando o vimos pela primeira vez.

Facilmente conseguimos identificar os principais traços de identidade deste F40 e relacioná-lo com o original, apesar da proposta de Marcell Sebestyen ser marcada, sobretudo, por linhas acentuadamente oblíquas.

Isto dá ao seu F40 uma aparência muito mais dinâmica — e «desculpa-se» os exageros habituais neste tipo de exercícios estilísticos, como as rodas sobredimensionadas —, mas mesmo assim, capaz de respeitar os traços do modelo original, destacando-se, claro está, a reinterpretação da incontornável asa traseira e da entrada de ar lateral.

Talvez mais controversa seja a opção de ter «trocado» os dois pares de óticas traseiras circulares — um dos elementos de identidade do F40 — por uma fina faixa LED que está hoje muito em voga.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi o Ferrari F40 revelado?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Ferrari F40. Três décadas a apaixonar (e intimidar)

Mais artigos em Notícias