Arranque a Frio. Depois do GT-R, é a vez do Nissan Z GT500 ir para as pistas

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Arranque a Frio

Depois do GT-R, é a vez do Nissan Z GT500 ir para as pistas

A partir de 2022 a Nissan terá uma nova "arma de eleição" na Super GT Series disputada no Japão: o Nissan Z GT500.

Revelado este ano depois de uma longa espera, o Nissan Z tem já duas coisas garantidas: não virá para a Europa e vai correr na Super GT Series disputada na sua terra natal.

Revelado no circuito Fuji International Speedway, o novo Nissan Z GT500 vai substituir o Nissan GT-R GT500 na categoria Super GT Series e a “herança” que recebe é bem pesada.

Nos últimos 13 anos o GT-R GT500 conquistou um total de cinco títulos de pilotos e é precisamente com metas igualmente ambiciosas que o Z GT500 parte para as pistas em 2022.

A NÃO PERDER: E se o Nissan Ariya fosse um monolugar inspirado na Fórmula E?
Nissan Z GT500

Apesar de ser reconhecível como um Z — o volume superior parece permanecer igual e mantém as óticas dianteira e traseiras do carro de estrada —, o Nissan Z GT500 é muito diferente do modelo de produção, sendo muito mais largo e recebendo uma substancial adenda aerodinâmica.

Quanto às características técnicas, a Nissan manteve o secretismo. Contudo, todos os carros da classe GT500 da Super GT Series contam com um 2.0 l turbo com quatro cilindros que podem debitar até 650 cv. Ou seja, cerca de mais 245 cv do que o modelo de estrada, isto apesar de ter menos um turbo e um litro de capacidade.

Nissan Z GT500

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebe o seu café ou ganha coragem para começar o dia, fique a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Nissan Sunny GTi-R?

Mais artigos em Notícias