Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Salão de Munique 2021

Mercedes-AMG EQS 53 4MATIC+. Este é o primeiro 100% elétrico da AMG

A Mercedes-AMG apresentou no Salão de Munique o EQS 53 4MATIC+, o seu primeiro modelo 100% elétrico. E isto é só o início…

A Mercedes-AMG escolheu o Salão de Munique de 2021 para apresentar o seu primeiro modelo 100% elétrico, o EQS 53 4MATIC+. Tal como o nome sugere, tem por base o novo Mercedes-Benz EQS e é a primeira de duas versões AMG desta berlina elétrica.

Mas apesar de estar prevista uma variante AMG 63, os números deste recém-apresentado EQS 53 4MATIC+ já impressionam verdadeiramente: 560 kW ou 761 cv e 1020 Nm em função “boost“, uma autonomia máxima de 580 km e um “sprint” dos 0 aos 100 km/h em 3,4s.

Mas já lá vamos. Primeiro importa falar da imagem deste EQS 53 4MATIC+, que se distingue da do EQS convencional por contar com uma “grelha” dianteira com barras verticais, numa alusão às grelhas Panamericana da AMG.

ESPECIAL: Todas as novidades do Salão de Munique 2021 estão aqui
Mercedes-AMG EQS 53

Na traseira, também encontramos um desenho mais desportivo, que se destaca por contar com um difusor de ar mais pronunciado e um spoiler específico mais proeminente. De perfil, destaque para as jantes, que podem ser de 21″ e 22”.

Dentro do habitáculo, e tal como acontece com o EQS convencional, é o MBUX Hyperscreen (de série) que rouba todas as atenções, sendo que conta com grafismos e funções específicas desta variante AMG.

Quem quiser um habitáculo com contornos ainda mais agressivos pode optar pelo pack opcional “AMG Night Dark Chrome”, que acrescenta acabamentos em fibra de carbono ao interior.

Equipado com direção ativa no eixo traseiro que gira até um máximo de 9º, o EQS 53 4MATIC+ apresenta-se com uma suspensão pneumática (AMG RIDE CONTROL+) com duas válvulas limitadoras de pressão, sendo que uma controla a extensão e outra a fase de compressão, o que permite que o conjunto se adapte muito rapidamente às condições do asfalto.

A NÃO PERDER: Eletrificaram o G! Mercedes-Benz Concept EQG antecipa versão de produção para 2024

Quanto ao sistema de travões, o EQS 53 4MATIC+ está disponível de série com discos compostos de alto rendimento, ainda que na lista de opcionais haja um sistema de travões cerâmicos de maior dimensão, para travar o ímpeto desta berlina desportiva elétrica.

Mercedes-AMG EQS 53

Números poderosos…

A animar o EQS 53 4MATIC+ estão dois motores elétricos, um por eixo, específicos da AMG, que conseguem velocidade de rotação mais elevadas e assim produzir mais potência. Neste caso produzem um máximo de de 484 kW (658 cv) contínuos e garantem tração total (AMG Performance 4MATIC+).

São números impressionantes, é certo, mas podem ser dilatados com o pack opcional “AMG Dynamic Plus”, que acrescenta uma função “boost” — no modo “Race Start” — que aumenta a potência até aos 560 kW (761 cv) e o binário até aos 1020 Nm.

Mercedes-AMG EQS 53

Com o pack “AMG Dynamic Plus” o EQS 53 4MATIC+ é capaz de acelerar dos 0 aos 100 km/h em 3,4s (3,8s na versão base) e de chegar até aos 250 km/h (220 km/h na versão de série) de velocidade máxima.

LEIAM TAMBÉM: Mini-EQS? Mercedes-Benz EQE revelado no Salão de Munique

E a autonomia?

Quanto à energia, é armazenada numa bateria de iões de lítio alojada entre os dois eixos com 107,8 kWh (a mesma capacidade da bateria do EQS 580), sendo que a potência máxima de carga suportada é de 200 kW, o suficiente para que este EQS 53 4MATIC+ seja capaz de recuperar 300 km de autonomia em apenas 19 minutos, de acordo com a marca alemã.

Mercedes-AMG EQS 53

Silencioso? Pensem melhor…

Com medo que o seu primeiro 100% elétrico fosse demasiado silencioso, os responsáveis da marca de Affalterbach equiparam este EQS 53 4MATIC+ com o sistema AMG Sound Experience. Trata-se de um sistema que permite configurar o som que é reproduzido no interior e no exterior deste AMG elétrico, que pode adotar uma sonoridade mais desportiva.

Podemos escolher entre três modos distintos, Balanced, Sport e Powerful, aos quais se junta o modo Performance, específico das versões com o pack opcional “AMG Dynamic Plus”.

Sabe responder a esta?
Qual a potência máxima cominada do Mercedes-Benz GLC 300 de 4MATIC?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Testámos o Mercedes-Benz GLC 300 de. Compensa eletrificar o Diesel?

Mais artigos em Notícias