Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Apresentação

Honda NSX Type S. Mais de 600 cv na despedida do desportivo híbrido

O Honda NSX Type S será produzido apenas em 350 unidades e promete ser o NSX mais rápido e com melhor comportamento de sempre.

O derradeiro NSX acaba de ser revelado no Monterey Car Week. O Honda NSX Type S (ou Acura, na América do Norte) apresenta-se mais agressivo no aspeto e promete ser o mais rápido NSX de sempre, assim como o melhor em aptidões dinâmicas.

Será limitado a 350 unidades (300 das quais reservadas para o mercado americano, 30 para o Japão e 20 para o resto do mundo) e serão as últimas a sair da linha de produção da Acura em Marysville, no estado do Ohio (EUA).

Por fora as diferenças são evidentes para os outros NSX e não se ficam pelos vários emblemas Type S. O desportivo viu a frente e traseira serem substancialmente modificadas por motivos aerodinâmicos e por motivos de refrigeração.

VEJAM TAMBÉM: Ayrton Senna. O piloto que ajudou o Honda NSX a curvar
Honda NSX Type S

A frente é nova e inclui entradas de ar de maiores dimensões, assim como um novo spoiler. Atrás é o novo difusor traseiro, mais proeminente, que capta a atenção, inspirado no do NSX GT3 de competição.

De lado há novas jantes forjadas envolvidas por Pirelli P Zero, específicos para o Type S, com as medidas de 245/35 ZR19 à frente e 305/30 ZR20 atrás, que adicionam 10 mm à via dianteira e 20 mm à via traseira.

Por fim, o NSX Type S conta de série com um teto em fibra de carbono que promete baixar o centro de gravidade do desportivo.

Mais potência, binário e performance

É na “casa das máquinas” que se concentram as restantes novidades. A cadeia cinemática híbrida composta por um 3.5 V6 biturbo (as bancadas formam um invulgar ângulo de 75º) e por três motores elétricos (Sport Hybrid SH-AWD), foi revista e passou a debitar mais potência e binário.

3,5 V6 Honda NSX Type S

O V6 recebeu novos turbocompressores com maior pressão de sobrealimentação (16,1 psi contra os anteriores 15,2 psi) que vieram diretamente do NSX GT3 Evo. Também tem novos injetores de combustível (com fluxo 25% maior) e conta ainda com novos intercoolers (capazes de dissipar 15% mais calor). Com estas modificações, o 3.5 V6 biturbo passa a debitar 527 cv (520 hp) e 600 Nm de binário, ao invés dos 507 cv (507 hp) e 550 Nm dos outros NSX.

VEJAM TAMBÉM: 296 GTB. Primeiro Ferrari de produção com motor V6 é um híbrido plug-in

A máquina elétrica contribui com os restantes números de potência e binário. Assim, o novo NSX Type S tem uma potência máxima combinada de 608 cv (600 hp) e um binário máximo combinado de 667 Nm, mais 27 cv de potência e 22 Nm de binário do que antes, respetivamente.

A parte elétrica também foi revista. A Intelligent Power Unit (IPU) que providencia a energia necessária aos motores elétricos conta agora com uma bateria com 10% mais capacidade total e 20% mais de capacidade útil. Não só permite oferecer mais performance, como permite circular em modo elétrico por períodos de tempo mais extensos.

Os dois motores elétricos (Twin Motor Unit ou TMU) que servem o eixo dianteiro e garantem a vetorização do binário também têm agora caixa redutora com uma relação 20% mais curta: passou de 8,050:1 para 10,382:1. Tudo para garantir arranques mais fulgurantes.

Honda NSX Type S

A transmissão continua a estar a cargo de uma caixa de dupla embraiagem com nove velocidades e também não ficou incólume. É agora capaz de mudar de relação mais rápido (até 50%, dependendo do modo) e traz uma nova funcionalidade, o Rapid Downshift Mode.

VEJAM TAMBÉM: Caixa de dupla embraiagem. 5 coisas que deves evitar

Essencialmente este permite “saltar” várias relações quando é necessário reduzir, ao invés de descermos de relação uma a uma usando as patilhas. Basta manter a patilha pressionada durante 0,6s e a transmissão seleciona automaticamente a relação mais baixa possível dependendo da velocidade a que nos deslocamos.

Honda NSX Type S

A Acura/Honda não revelaram ainda dados relativos aos ganhos em aceleração ou velocidade máxima — no entanto, sabemos que é 2s mais rápido em Suzuka que o NSX “normal” —, mas o incremento expectável de performance é complementado por um sistema de travagem melhorado, da Brembo. Este tem agora pinças de seis pistões à frente e quatro pistões atrás, e vêm de série pintados de vermelho.

Menos quilos, em opção

Por fim, o NSX Type S oferece, como opção, um Lightweight Package, que promete cortar a massa do desportivo híbrido em 26,2 kg.

Este é constituído por travões em carbono-cerâmica e várias partes em fibra de carbono, como a cobertura do motor e revestimentos no interior.

VEJAM TAMBÉM: Confirmado. McLaren Artura: 3,0s até aos 100 km/h e 30 km a eletrões

O preço do novo NSX Type S nos EUA (vendido exclusivamente como Acura por lá) começa nos 169 500 dólares, cerca de 143 700 euros.

Mais artigos em Notícias