Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Indústria

Fim da linha para os motores de combustão na Audi chega em 2033

O CEO da Audi, Markus Duesmann, apontou o ano 2033 como meta para abandonar os motores de combustão. Contudo, na China, o abandono pode ocorrer mais tarde.

Depois de na semana passada termos ficado a saber que a partir de 2026 a Audi não planeia lançar mais modelos novos com motor de combustão, agora o Diretor Executivo da marca de Ingolstadt, Markus Duesmann, revelou quando é que a Audi planeia “abandonar” por completo os combustíveis fósseis.

Numa conferência dedicada ao clima realizada em Berlim, Markus Duesmann reforçou a aposta da Audi na eletrificação e apontou 2033 como o ano no qual a marca alemã pretende deixar de produzir modelos com motor de combustão. Contudo há uma exceção a esse “abandono”.

Tendo em conta que, segundo a Audi, após 2033 a procura por modelos com motor de combustão na China deverá manter-se, a marca coloca a hipótese de continuar a comercializar modelos com motores térmicos naquele mercado. No entanto estes serão produzidos localmente.

A NÃO PERDER: Audi não vai desenvolver mais motores de combustão interna
Audi elétricos

Mais do que banir, o segredo está na tecnologia

Apesar de apontar 2033 como o ano no qual planeia deixar de produzir modelos com motor de combustão, a Audi admite que “o momento exato da descontinuação do motor de combustão na Audi será, em última análise, decidido pelos clientes e pela legislação”. Ou seja, será em 2033, mas até pode ser mais cedo (mais tarde parece pouco provável).

Acerca do “peso” dos governos nesta transição, Duesmann foi muito claro, afirmando: “Não acredito no sucesso das proibições. Acredito no sucesso da tecnologia e da inovação”.

Como seria de esperar, estando focada em tornar-se numa marca 100% elétrica, a Audi já anunciou que vai reforçar a sua oferta de modelos movidos a eletrões. O objetivo passa por, já em 2025, contar com 20 modelos 100% elétricos na sua gama.

LEIAM TAMBÉM: As carrinhas desportivas mais radicais de sempre: Audi RS2

Ainda assim, a Audi confirmou que até descontinuar os motores de combustão vai continuar a investir neles, melhorando-os por forma a alcançar níveis mais elevados de eficiência. Acerca dessa aposta, Duesmann prometeu: “o último motor de combustão interna da Audi será o melhor que já construímos”.

Sabe responder a esta?
Em que ano foi lançada a primeira geração do Audi A4?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Audi A4 faz 25 anos. Todas as gerações do Audi mais vendido de sempre

Mais artigos em Notícias