Indústria

GM vai construir dois SUV elétricos para a Honda

Estes dois novos SUV totalmente elétricos da Honda vão recorrer à tecnologia de baterias Ultium desenvolvida pela General Motors.

A General Motors (GM) vai desenvolver dois SUV totalmente elétricos para a Honda, usando a tecnologia de baterias Ultium, que deverão começar a ser vendidos no mercado norte-americano em 2024.

Contudo, apenas um dos modelos será produzido para a própria Honda, ao passo que o outro será batizado com o logótipo da Acura, a marca premium da fabricante japonesa.

Citada pela publicação Road & Track, a Acura não só confirma que a GM vai ajudar no desenvolvimento destes dois novos SUV elétricos como ainda revela que a empresa com sede em Detroit também os vai construir.

A NÃO PERDER: Honda. O adeus aos motores de combustão acontece em 2040
GM Ultium
Pack Bateria GM Ultium

“O Acura EV 2024 é um dos produtos com base na tecnologia Ultium anunciados em abril de 2020”, disse um porta-voz da Acura à referida publicação norte-americana.

“Vamos desenvolver em conjunto dois SUV elétricos com baterias Ultium da General Motors para o mercado norte-americano em 2024, um para a Honda e outro para a Acura”, acrescentou. “Nós anunciámos em abril de 2020 que serão produzidos pela General Motors”, confirmou o referido porta-voz da Acura.

RELACIONADO: Novo Honda HR-V chega no final de 2021 apenas como híbrido
Honda e
Focada em alcançar a neutralidade carbónica em 2050, a Honda prepara-se para deixar de produzir motores de combustão interna em 2040.

De acordo com o portal The Drive, estes dois SUV deverão ser produzidos em fábricas distintas, com o modelo Honda a ser fabricado no México, na unidade de produção onde são feitos o Chevrolet Blazer e Equinox; e o Acura a ser feito no Tennessee, onde a Cadillac planeia fazer o seu crossover elétrico Lyriq, cuja versão de produção foi apresentada recentemente no Salão de Xangai.

Tendo em conta o foco norte-americano, é pouco provável que vejamos algum destes modelos chegar ao continente europeu. No entanto, a Honda levou até ao Salão de Xangai um SUV elétrico e:prototype que antecipa um modelo similar ao novo HR-V, mais em linha com as preferências do mercado europeu, com tecnologia própria.

A NÃO PERDER: General Motors reconhece defeito que matou pelo menos 80 pessoas

Parceria com história

Esta decisão resulta de uma parceria anunciada entre a General Motors e a Honda em setembro de 2020, onde ambas as marcas se comprometeram no desenvolvimento de novas tecnologias focadas nos mercados dos Estados Unidos, México e Canadá.

general motors

Na altura, a GM confirmou que as marcas iam desenvolver juntas novas plataformas, motores a combustão e conjuntos híbridos, sendo que em abril desse mesmo ano as duas empresas já tinham assinado um acordo para que a fabricante nipónica pudesse usar uma plataforma exclusiva para elétricos desenvolvida pela GM.

RELACIONADO: Noruega torna-se o alvo da GM e Will Ferrell. Audi responde à letra

Mas esta não foi a primeira parceria entre ambas as marcas. Já no início dos anos 2000 a GM e a Honda se tinham juntado para projetos com células de combustível e no desenvolvimento de sistemas autónomos.

Mais artigos em Notícias