Parceria

BP vai compensar as emissões de CO2 de Miguel Oliveira

Miguel Oliveira, o piloto português de MotoGP, fez uma parceria com a BP que permitirá compensar as emissões de CO2 geradas durante esta temporada.

As emissões de dióxido de carbono (CO2) que Miguel Oliveira fará durante os seus treinos, corridas e abastecimentos durante esta temporada de MotoGP, num total de 20 Grandes Prémios — incluindo o Grande Prémio de Portugal que decorre já este fim de semana, de 16 a 18 de abril, no Autódromo Internacional do Algarve — serão compensadas pela BP através do seu programa global BP Target Neutral.

No âmbito deste programa, que vai de encontro à ambição da empresa em alcançar a neutralidade carbónica, a BP usa “créditos de carbono gerados a partir de projetos globais que financiam a utilização de energias renováveis, baixo carbono e a proteção das florestas”.

A parceria entre Miguel Oliveira e a BP entra assim no seu terceiro ano consecutivo, com o piloto português a assumir o papel de embaixador da marca.

VEJAM TAMBÉM: Conhece a KTM RC16 2021. A «laranja mecânica» de Miguel Oliveira no MotoGP
Miguel Oliveira
Miguel Oliveira com KTM RC16 Philip Platzer

“A parceria com a BP deixa-me muito feliz porque ao juntar-me aos melhores sei que vou cumprir os meus objetivos. Além disso, tenho muita vontade de me associar ao programa Drive Carbon Neutral e de contribuir para a ambição da BP de atingir a neutralidade carbónica até 2050 e ajudar o mundo a atingir o mesmo objetivo”

Miguel Oliveira

O BP Target Neutral faz parte de um programa mais vasto, o Drive Carbon Neutral, lançado em julho de 2020 pela empresa.

Da mesma forma que vai compensar as emissões de CO2 geradas por Miguel Oliveira aos comandos da sua KTM RC16, a BP quer igualmente compensar as emissões geradas pelos condutores de Portugal quando abastecem gasóleo, gasolina e GPL através do BP Target Neutral.

Mais artigos em Notícias