Dicas

Como verificar e ajustar a pressão dos pneus?

Qual a pressão dos pneus? Como a verificar? Porque é que esta decresce? Neste artigo damos a resposta a todas essas perguntas.

A pressão dos pneus é um aspeto muitas vezes descurado, mas é fundamental para garantir não só uma maior segurança ao volante, como contribui para uma maior economia de combustível e também para um desgaste mais homogéneo dos pneus.

Mas, como se ajusta a pressão dos pneus? Como saber qual a pressão adequada? E, já agora, porque razão é que a pressão dos pneus vai diminuindo com o passar do tempo?

Perda de pressão: as causas

Por norma, um pneu “saudável” perde, em média, 0,076 bar de pressão por mês, sendo que esta diminuição ocorre por aquilo a que podemos apelidar de “causas naturais”.

VÊ TAMBÉM: O que vai mudar nos rótulos dos pneus?

Ainda assim, há alguns fatores que podem acelerar essa perda de pressão. O primeiro é um furo acidental e não tem de ser daqueles que te obrigam a encostar e trocar imediatamente o pneu.

A contribuir para essa perda de pressão pode estar a válvula, que deve ser substituída sempre que trocamos um pneu, e a tampa da válvula que permite uma vedação hermética. Por fim, também a jante pode acelerar a perda de pressão do pneu, principalmente se tiver algum dano (causado, por exemplo, por um toque num passeios).

Tampa da válvula
A válvula assegura a manutenção da pressão correta e impede a entrada de humidade no pneu. Já a tampa da válvula ajuda a impedir que partículas de pó obstruam a válvula.
VÊ TAMBÉM: Pneus emitem 1000 vezes mais partículas que os gases de escape

Como verificar a pressão?

Apesar de ser algo relativamente fácil de fazer, a verificação da pressão dos pneus tem algumas “regras” que devem ser cumpridas.

Para começar, esta deve ser efetuada quando os pneus estão frios (pneus que não tenham sido utilizados nas últimas duas horas ou que fizeram menos de 3 km a baixa velocidade).

Em seguida é só seguir quatro passos simples:

  1. Inserir o manómetro na haste da válvula do pneu;
  2. Esperar que o manómetro mostre o número que corresponde à pressão atual do pneu;
  3. Comparar o valor apresentado com o recomendado pelo fabricante;
  4. Fazer uma de duas coisas: se a pressão estiver acima do recomendado, deixar sair ar até que estas coincidam. Se estiver abaixo, adicionar ar até atingir o valor correto.

Se for necessário verificar a pressão dos pneus quando estes estão quentes (por exemplo durante uma viagem), deve-se adicionar mais 0,3 bar que a pressão recomendada pelo fabricante e, mal seja possível, verificar a pressão com os pneus frios.

Pneus pressão ajuste

Onde encontrar as pressões recomendadas?

Por norma podemos encontrar a pressão recomendada pelo fabricante no manual do utilizador do automóvel ou numa etiqueta que, normalmente, está ou na porta do condutor ou na tampa do depósito de abastecimento.

Já o valor de pressão presente no flanco do pneu não se refere à pressão recomendada pelo fabricante do veículo, mas sim à pressão máxima que o pneu suporta.

VÊ TAMBÉM: Pneus. Sabes como garantir que estão em bom estado?

Porque é que a pressão é importante?

São várias as razões por trás da importância da manutenção correta da pressão dos pneus. Para começar, um pneu com pressão insuficiente ou excessiva vai desgastar-se mais rapidamente que o esperado.

Além disso pneus com pressão insuficiente têm uma maior tendência para sobreaquecerem e provocam  um maior consumo de combustível. Já pneus com uma pressão excessiva não só diminuem a aderência como podem causar problemas na direção.

Sabe responder a esta?
Qual foi o primeiro modelo a recorrer a um motor Diesel de injeção direta?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Fiat. A marca que «inventou» os motores Diesel modernos

Mais artigos em Autopédia