Recharge No modo Recharge está a reduzir a sua pegada ecológica.

Obrigado por guardar energia para o que mais importa.

Uma iniciativa
x

Recharge

Estamos a guardar energia para o que mais importa.

Clássicos

Bruce Meyers. Fica a conhecer o homem por detrás do Volkswagen Buggy original

Bruce Meyers, criador do Meyers Manx original (também conhecido como Dune Buggy ou Volkswagen Buggy) faleceu aos 94 anos.

Poucos carros estão tão associados ao verão e aos tempos livres como o famoso buggy que teve no Meyers Manx (aka Volkswagen Buggy), criado por Bruce Meyers, a sua forma original.

Queremos dar-te a conhecer a história de Meyers e da sua mais famosa criação, numa merecida homenagem ao homem responsável por um dos carros mais feel good de sempre.

Uma homenagem póstuma, pois Bruce Meyers faleceu no passado dia 19 de fevereiro, aos 94 anos, poucos meses após ele e a sua esposa terem vendido a empresa Meyers Manx à Trousdale Ventures.

VÊ TAMBÉM: Volkswagen Golf Turbo Sbarro (1983). Um segredo bem guardado

A necessidade aguça o engenho

Nascido em 1926 em Los Angeles, o percurso de vida de Bruce Meyers levou-o desde à Marinha durante a 2ª Guerra Mundial, às corridas de todo o terreno, e até às praias da Califórnia, onde este então ávido surfista se apercebeu que precisava de um veículo que permitisse circular com maior facilidade nas dunas do que o seu Ford Hot Rod de 1932 permitia.

Um hot rod? Sim. Muito antes da sua mais famosa criação ter visto a luz do dia, já Meyers tinha um passado preenchido à volta dos automóveis — também chegou a ser um competitivo piloto —, não tendo passado ao lado do fenómeno Hot Rod que floresceu no pós-Segunda Guerra Mundial nos EUA.

Não se ficou apenas pelos automóveis, pois o seu domínio sobre a fibra de vidro, o material de que seria feita a carroçaria do seu buggy, conseguiu-o a fazer pranchas de surf e até pequenos catamaran.

Desta forma, “pegou” no chassis de um Volkswagen Beetle, um carro mecanicamente simples, encurtou-o 36 cm, desfez-se da carroçaria e criou outra no material que já dominava, a fibra de vidro. Simplificou o design ao máximo, colocando apenas o essencial, o que lhe garantiu um aspeto único e… fun (divertido).

E assim obtivemos o primeiro Volkswagen Buggy, o Meyers Manx, conhecido como “Big Red”. Nascido em 1964, este carro leve, de tração e motor traseiros e versátil lançou as bases de uma “moda” que se espalhou pelo mundo.

Não só foi uma moda, como Meyers e o “Big Red” têm sido creditados como uns dos principais impulsionadores de corridas organizadas off road. Foi o próprio e Tom Mangels, o seu parceiro de corridas, que estabeleceram o primeiro recorde em quatro rodas — sendo até mais rápidos do que as motorizadas — na primeira Baja de sempre, a Mexican 1000 realizada em 1967, a percursora da atual Baja 1000.

Bruce Meyers
Bruce Meyers durante a construção do seu primeiro buggy, em 1964 © Meyers Manx
VÊ TAMBÉM: Biagini Passo, o Volkswagen T-Roc Cabrio dos anos 90

O “preço” do sucesso

O Meyers Manx até pode ter sido catapultado para a fama após ter aparecido no filme de 1968, o “The Thomas Crown Affair”, e de ter sido capa da revista “Car and Driver” em 1969, no entanto, nem tudo “foram rosas”.

Em 1971 Bruce Meyers saiu da empresa que havia fundado, com esta a entrar em bancarrota, apesar de já ter produzido cerca de 7000 exemplares do famoso buggy. Os culpados? Os impostos e a concorrência que plagiou o seu design.

VÊ TAMBÉM: Há um santuário Porsche escondido em Lisboa

Mesmo tendo levado os plagiadores a tribunal — à data mais de 70 empresas produziam modelos similares —, este nunca lhe deu razão, com Meyers a não conseguir patentear o seu Volkswagen Buggy. Apesar de ser o criador do conceito, o negócio seria profundamente prejudicado.

No entanto, o “bichinho” de produzir automóveis continuou dentro de Bruce Meyers e no ano 2000, cerca de 30 anos depois de ter deixado de produzir os seus marcantes buggies, o californiano decidiu voltar a fazer aquilo que o tornou famoso: produzir o seu Meyers Manx.

Mais recentemente vimos a Volkswagen efetuar uma justa homenagem ao lado mais irreverente do “Carocha”, quando apresentou em 2019 o ID. Buggy, para mostrar a flexibilidade permitida pela sua plataforma dedicada para veículos elétricos, a MEB.

Sabe responder a esta?
Qual era a potência do Volkswagen Lupo GTI?
Não acertou..

Mas pode descobrir a resposta aqui::

Lembras-te deste? Volkswagen Lupo GTI
Em cheio!!
Vá para a próxima pergunta

ou leia o artigo sobre este tema:

Lembras-te deste? Volkswagen Lupo GTI

Mais artigos em Clássicos