Segurança

A Rimac destruiu mais dois C_Two em nome da segurança

O Rimac C_Two continua o seu longo desenvolvimento com a marca croata a revelar mais um vídeo onde coloca à prova a segurança do seu hiperdesportivo.

Revelado em 2018 e com o arranque da produção agendado para 2021, o Rimac C_Two continua a ser sujeito a um extenso programa de desenvolvimento.

Uma parte importante deste programa são precisamente os crash tests, ou testes de colisão. Iniciados em 2019 (também falámos-te deles na altura), estes conheceram agora uma nova fase, com a Rimac a “destruir” dois C_Two em nome da segurança.

Desta vez o hiperdesportivo croata foi lançado a 40 km/h e a 56 km/h contra uma barreira deformável com uma sobreposição frontal de 40%.

VÊ TAMBÉM: Adeus Bugatti? Volkswagen terá vendido a marca de Molsheim à Rimac
Rimac C_Two

Segundo a Rimac, além da monocoque não ter sofrido quaisquer danos a marca croata ressalvou que não houve especial intrusão dos pedais nem o condutor ou o passageiro foram sujeitos a forças excessivas.

Um longo processo

Como já referimos, o programa de testes de crash-test do C_Two começou há um ano depois de vários anos de simulações ao nivel dos materiais e componentes.

Os testes com protótipos seguiram-se a diversos testes feitos em simuladores com modelos virtuais. No total, a Rimac vai destruir onze protótipos do C_Two durante a fase de testes de segurança — relembramos que estão previstas apenas 100 unidades a produzir do C_Two.

O objetivo é conseguir uma homologação global que permita vender o Rimac C_Two em qualquer parte do mundo.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do Renault Twingo Electric?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Já sabemos quanto custa o Renault Twingo Electric

Mais artigos em Notícias