Arranque a Frio

Este Shelby GT350R é o Ford Mustang mais caro de sempre

O Shelby GT350R, desenvolvido para competição, e o primeiro Ford Mustang de sempre a ganhar uma corrida é agora também o Mustang mais caro de sempre.

Este foi o primeiro Shelby GT350R de todos (5R002), nascido em 1965, tendo servido, inclusive, como carro de desenvolvimento para os restantes 34 produzidos e destinados a clientes privados.

Com Ken Miles ao volante — sim, o mesmo Ken Miles do filme Ford v. Ferrari — estreou-se em competição nesse mesmo ano e logo a vencer na sua classe no SCCA. Foi o primeiro Ford Mustang a consegui-lo.

As vitórias continuariam nos anos seguintes, tendo passado por várias mãos (foi vendido inicialmente em 1966 e chegou a competir no México).

VÊ TAMBÉM: E é isto. Este Ford Mustang Mach-E 1400 tem sete motores e 1419 cv
Shelby GT350 R Ford Mustang
Ganhou a alcunha de “Flying Mustang” (Mustang voador) após esta imagem ter-se tornado “viral” (mesmo sem internet) na sua estreia em competição, que… ganhou.

Ainda em 1965, serviu também como demonstrador para potenciais clientes, o que justifica as especificações únicas — vários componentes e pormenores de design — que não se encontram em mais nenhum Shelby GT350R.

Após a carreira nos circuitos terminada seria usado como veículo de exposição, mas só receberia o seu primeiro restauro em 2010 (terminado em 2014).

O significado histórico do primeiro Shelby GT350R é inegável. Não admira que se tenha tornado no Ford Mustang mais caro de sempre.

Leiloado pela Mecum Auctions foi vendido por 3,85 milhões de dólares ou 3,263 milhões de euros.


Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Em que ano foi lançado o Ford Escort Cosworth?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

A radical asa traseira (de origem) que o Ford Escort RS Cosworth não teve

Mais artigos em Notícias