Arranque a Frio

Bombas e… morcegos atrasam Gigafactory 4 da Tesla

Depois de ultrapassada toda a burocracia, a construção da Gigafactory 4 da Tesla na Europa vê-se ameaçada por morcegos e… bombas da Segunda Guerra Mundial.

Depois de ter terminado em tempo recorde a sua fábrica na China e de ter financiado a Gigafactory 4, a sua primeira unidade fabril na Europa, com a ajuda involuntária da FCA, a Tesla parece ter-se deparado com um “pequeno” problema.

Para começar, o local escolhido pela Tesla nos arredores de Berlim para a construção da Gigafactory 4, uma área florestal, esconde bombas da Segunda Guerra Mundial que nunca chegaram a explodir. Ora, isso significa que antes de se iniciarem quaisquer trabalhos de construção, a Tesla tem pela frente um longo processo de remoção desses objetos explosivos.

Como se não bastasse, o local escolhido para a construção da Gigafactory 4 conta ainda com várias colónias de morcegos e, a juntar a tudo isto, a Tesla tem de cumprir uma série de restritas normas anti-poluição e arquitectónicas que vão, muito provavelmente, atrasar um pouco a construção da Gigafactory 4.

Não é de esperar que a fábrica europeia da Tesla seja erigida em tão pouco tempo como vimos a Gigafactory 3 na China ser erigida.

VÊ TAMBÉM: Tesla Model 3 já foi atualizado 124 vezes desde que foi lançado

Sobre o “Arranque a Frio”. De segunda a sexta-feira na Razão Automóvel, há um “Arranque a Frio” às 8h30 da manhã. Enquanto bebes o teu café ou ganhas coragem para começar o dia, fica a par de curiosidades, factos históricos e vídeos relevantes do mundo automóvel. Tudo em menos de 200 palavras.

Sabes responder a esta?
Qual é a potência do BMW X7 M50d?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

BMW X7 M50d (G07) em teste. Quanto maior, melhor…

Mais artigos em Notícias