Venda

Entretanto na Rússia… Está um Peugeot 406 igual ao do filme “Taxi” à venda

Este Peugeot 406 à venda na Rússia não é, definitivamente, igual aos outros. O seu proprietário transformou-o numa réplica do 406 do filme Taxi.

Quem diria que um modesto Peugeot 406 pudesse ser uma estrela de cinema? Mas foi isso que aconteceu quando estreou o filme francês “Taxi”, do realizador Luc Besson, em 1998 — sem esquecer a perseguição intensa de um 406 a um M5 (E34) no filme Ronin, estreado no mesmo ano.

No mundo dos táxis, o 406 passou a ser o equivalente ao Batmobile. Bem, pelo menos é a ideia com que ficamos após ver o “artilhamento” que a berlina sofre como uma das mais improváveis máquinas para perseguir os “maus da fita”.

Este não é o Peugeot 406 do filme, mas sim uma réplica. Não do filme original, mas sim da sua sequela, “Taxi 2” (2000), onde o 406 surge já na versão re-estilizada, como no filme tem aspeto ainda mais exuberante — há cinco filmes no total, e nas mais recentes sequelas, é o Peugeot 407 que assume o protagonismo.

VÊ TAMBÉM: Nem a Porsche resistiu a ter a sua própria nave para a Star Wars

Para os eventuais interessados, este Peugeot 406 de 2001 (pós-restyling) vem equipado com o motor 1.8 a gasolina de 116 cv e já conta com 283 000 km. Está à venda online, na Rússia.

De acordo com o seu proprietário, entre os equipamentos disponíveis temos direção assistida, ESP, vidros dianteiros elétricos, retrovisores aquecidos e várias alterações, não contando com as que podemos observar na carroçaria.

Uma delas tem a ver com o alarme, que em vez de emitir os sons típicos de um alarme, começa a tocar músicas do filme!

O dono destaca outras modificações e reparações. O motor levou segmentos novos, assim como vedantes das hastes das válvulas, e correia de distribuição e de alternador. A ECU foi reprogramada, o escape alterado — o silenciador provém de… uma Honda SBR1000RR —, e as jantes são de 16″ da TSW, como no filme. Parte da suspensão também teve de ser substituída, incluíndo casquilhos.

Peugeot 406 TAXI

Por fim, o seu proprietário destaca os consumos em autoestrada — apenas 7,2 l/100 km se não abusarmos do acelerador e 9-10 l/100 km em cidade.

VÊ TAMBÉM: Testámos a Peugeot 508 SW 1.5 BlueHDI. A motorização que mais vai vender?

O preço por esta pedaço de “memorabilia” automóvel? 220 mil rublos, mais ou menos 3175 euros!

Mais artigos em Notícias