Fórmula 1

Red Bull volta a ter asas no GP da Hungria?

Depois de na Alemanha a Red Bull ter voltado a interromper o dominio da Mercedes, será que consegue voltar a vencer no GP da Hungria?

Se até agora o Campeonato do Mundo de Fórmula 1 tinha vindo a ser apelidado de monótono e até aborrecido, o GP da Alemanha veio relembrar os fãs da modalidade do quão interessante esta pode ser. Ao mesmo tempo, o facto de a prova alemã ter sido tão emocionante criou um “problema” ao GP da Hungria, pois elevou as expectativas para a prova magiar.

Assim, à entrada do GP da Hungria as três principais equipas (Ferrari, Mercedes e Red Bull) apresentam-se em momentos de forma bastante diferentes. Nas hostes da equipa alemã tenta-se esquecer uma prova na qual Bottas nem terminou e Hamilton só pontuou graças às penalizações sofridas pelos Alfa Romeo (que permitiu ao britânico subir ao 9º lugar).

Já do lado da Ferrari, os sentimentos são mistos. Se por um lado na Alemanha Vettel regressou à boa forma e fez uma fantástica recuperação de 20º para 2º, Leclerc revelou algumas “dores de crescimento” e sofreu uma saída de pista que o fez nem sequer terminar a prova.

VÊ TAMBÉM: O Circuito de Vila Real e o orgulho de ser português

Por fim, a Red Bull apresenta-se com a motivação em alta. Afinal de contas, apesar da desistência de Gasly, viu Max Verstappen alcançar a segunda vitória da temporada e conseguiu ainda bater o recorde da pit stop mais rápida com um tempo de apenas 1,88 segundos! Face a tudo isto, resta saber, o que nos vai trazer o GP da Hungria?

VÊ TAMBÉM: O novo capacete para a Fórmula 1 até tem proteção balística

O Circuito de Hungaroring

Localizado a cerca de 20 km de Budapeste, o circuito de Hungaroring já acolheu a Fórmula 1 por um total de 34 vezes (desde 1984 que o circuito recebe a categoria rainha do desporto automóvel de forma ininterrupta), sendo que este ano, a prova magiar assinala o final da primeira metade da época (é a 12ª prova do campeonato).

Palco de uma das mais icónicas ultrapassagens da Fórmula 1 (protagonizada pelos brasileiros Nelson Piquet e Ayrton Senna), a pista húngara estende-se por um total de 4,381 km e conta com um total de 14 curvas.

VÊ TAMBÉM: Uptis. O pneu da Michelin que não fura pode chegar em 2024

Quanto aos pilotos mais bem sucedidos no GP da Hungria, Lewis Hamilton lidera com um total de seis vitórias, seguido por Michael Schumacher com quatro e Ayrton Senna com três. Quantos às pole position, o recorde pertence a Schumacher com um total de sete, seguido por Hamilton que conta com seis e pode igualar este ano o alemão.

VÊ TAMBÉM: Valentino Rossi na Fórmula 1. A história completa

O que esperar do GP da Hungria?

Depois de ter ficado de na Alemanha ter ficado fora do pódio pela primeira vez esta época, a Mercedes procura voltar aos bons resultados na Hungria. Ao mesmo tempo, a Ferrari deverá tentar colocar fim à seca de vitórias que atravessa nesta época, contando para tal com um “renascido” Vettel.

Já a Red Bull irá tentar manter o bom momento de forma e procurar a terceira vitória esta época. No segundo pelotão, a Renault deverá tentar esquecer um GP da Alemanha no qual nenhum dos seus pilotos terminou enquanto a McLaren deverá tentar confirmar o estatuto de “melhor equipa fora dos três grandes”.

VÊ TAMBÉM: Daymak cria kart capaz de humilhar qualquer Fórmula 1

Quanto à Alfa Romeo, apesar de em pista ter conseguido pontuar na Alemanha, na secretaria acabou relegada para os últimos lugares e por isso na Hungria deverá tentar confirmar o bom momento de forma.

Por fim, na cauda do pelotão, a Toro Rosso surge motivada depois de ter alcançado o segundo pódio da sua história (Kviat ficou em 3º na Alemanha), já a Williams também surge com motivação extra depois de ter pontuado (graças às penalizações sofridas pelos Alfa Romeo), sendo que em pior forma surge a Haas, onde até os pilotos parecem não se entender.

VÊ TAMBÉM: Quando os carros “voavam” na Fórmula 1

O GP da Hungria tem começo marcado para as 14h10 (hora de Portugal continental) de domingo, sendo que para amanhã à tarde, a partir das 14h00 (hora de Portugal continental) está marcada a qualificação.

Sabes responder a esta?
Qual é a velocidade máxima do Ferrari SF90 Stradale?
Não acertaste.

Mas podes descobrir a resposta aqui:

Todos os números do novo SF90 Stradale, o mais potente Ferrari de sempre

Mais artigos em Notícias

Os mais vistos